20:44 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros da Força Armada Nacional Bolivariana durante celebração do seu décimo aniversário em Caracas, Venezuela, 13 de abril de 2019

    Maduro ordena exercício militar na fronteira com Colômbia diante de 'ameaça de agressão'

    © AP Photo / Ariana Cubillos
    Américas
    URL curta
    5162
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou que serão realizados exercícios militares na fronteira do país com a Colômbia de 10 a 28 de setembro, após afirmar que Bogotá representa "ameaça de agressão".

    Depois de declarar "alerta laranja" diante da ameaça colombiana, Maduro deu ordem às Forças Armadas e a todas as unidades militares de fronteira para realizar as manobras em grande escala, que ele chamou de "Soberania e Paz".

    "Vamos tomar uma série de medidas para garantir a paz e a soberania, ordenei ao Comandante Estratégico Operacional da Força Armada Nacional Bolivariana e a todas as unidades militares da fronteira que declarem um alerta laranja diante da ameaça de agressão da Colômbia contra a Venezuela, e que comecem [...] em 10 de setembro, até 28 de setembro, os exercícios militares 'Soberania e Paz'", disse o líder venezuelano em uma transmissão no Twitter

    No dia 31 de agosto, o governo venezuelano apresentou evidências do que chamou de campos de treinamento paramilitares na Colômbia, que estariam sendo usados para treinar pessoas para supostamente planejar ataques violentos na Venezuela.

    O líder venezuelano também acusou o presidente colombiano Iván Duque de montar "falsos positivos" para iniciar um conflito militar.

    Escalada de tensões

    O ministro venezuelano das Comunicações, Jorge Rodríguez, mostrou na televisão estatal imagens de satélite dos supostos campos e acusou Duque de não fazer nada para impedir a agressão contra Caracas.

    As duas nações vizinhas se acusam regularmente de apoiarem milícias antigovernamentais.

    Militares venezuelanos fazem cordão de isolamento na ponte Simón Bolívar, que conecta a Venezuela com a Colômbia
    © Sputnik / Mikhail Alaeddin
    Militares venezuelanos fazem cordão de isolamento na ponte Simón Bolívar, que conecta a Venezuela com a Colômbia

    As manobras militares ocorrerão em comemoração do 14º aniversário da criação do Comando Estratégico Operacional das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (CEOFANB) para "sintonizar todo o sistema de armas" e garantir que a Venezuela "preserva sua segurança, paz e tranquilidade", complementou Maduro.

    Mais:

    Venezuela enfrenta 'guerra subterrânea' para desmembrar o país, acusa Maduro
    Maduro acusa ex-presidente colombiano de querer assassiná-lo
    Governo Maduro diz que Colômbia tem plano de realizar atentado contra a Venezuela
    Tags:
    Nicolas Maduro, Força Armada Nacional Bolivariana, exercício militar, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar