16:10 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente venezuelano Nicolás Maduro fala perante apoiadores em Caracas, Venezuela

    Maduro garante que Venezuela tem 'equipamentos do mais alto nível' graças à Rússia

    © Sputnik / Stringer
    Américas
    URL curta
    19537
    Nos siga no

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, assegurou que Caracas tem "equipamentos do mais alto nível mundial" graças à Moscou, escreve mídia.

    "Com a Rússia temos alianças estratégicas de cooperação militar. Temos equipamentos do mais alto nível mundial, antimísseis, de mísseis, defesa aérea, terrestre", disse Maduro durante entrevista concedida ao jornal Folha de São Paulo.

    O líder venezuelano afirmou que o país tem "um bom sistema de armas graças à Rússia" e que, com a China, também há "bons acordos militares", acrescentando que "a defesa da Venezuela depende de venezuelanos e de venezuelanas".

    Maduro ressaltou que a Força Armada Nacional Bolivariana está "mais unida que nunca" e que todas as ameaças ao seu governo, provenientes do presidente norte-americano Donald Trump, e também de Jair Bolsonaro, serviram para unir os militares venezuelanos ideológica e institucionalmente.

    Defesa militar do país

    "Decretei recentemente um conjunto de exercícios militares e estamos nos preparando para defender nossa terra", destacou.

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acompanhado pelo ministro da Defesa, general Vladimir Padrino Lopez e pelo comandante das Operações Estratégicas, almirante Remigio Ceballos, chegam para um encontro com as tropas de Fort Tiuna, em Caracas.
    © AP Photo / Assessoria de Imprensa do Miraflores / Jhonn Zerpa
    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acompanhado pelo ministro da Defesa, general Vladimir Padrino Lopez e pelo comandante das Operações Estratégicas, almirante Remigio Ceballos, chegam para um encontro com as tropas de Fort Tiuna, em Caracas.

    O presidente bolivariano complementou que, além de seu "poderoso" sistema de armas defensivas, a Venezuela tem três milhões de voluntários, homens e mulheres, que também participarão "da defesa militar do país".

    Mais:

    'Fascismo' do governo Bolsonaro é culpado pelos incêndios na Amazônia, afirma Maduro
    Maduro convoca Conselho de Segurança Nacional diante de 'ameaça' colombiana
    Maduro anuncia implantação de sistema de defesa antiaérea na fronteira com Colômbia
    Tags:
    Jair Bolsonaro, Rússia, sistema de defesa, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar