Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Alto diplomata chinês alerta EUA para não cometerem erros de cálculo com Taiwan

© AP Photo / Andy WongMulher usando máscara sentada perto de uma tela que mostra bandeiras da China e dos EUA
Mulher usando máscara sentada perto de uma tela que mostra bandeiras da China e dos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Nos siga noTelegram
Conversas entre o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, e o diplomata chinês Yang Jiechi, em Luxemburgo, resultaram em um alerta da autoridade chinesa para que os EUA não cometam erros de cálculo ou se iludam sobre a questão de Taiwan.
Os dois representantes mantiveram diálogo e comunicação "francos, profundos e construtivos" sobre questões que dizem respeito a ambos, segundo o Global Times.
Ainda durante o encontro, os dois concordaram em fortalecer a comunicação e o diálogo visando reduzir mal-entendidos e erros de cálculo para gerenciar adequadamente as divergências entre China e EUA.
O diplomata chinês observou que o presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou repetidamente que os EUA não têm intenção de buscar uma nova Guerra Fria ou mudar o sistema político da China e que os EUA não apoiam a "independência de Taiwan".
Entretanto, Washington parece determinado a intensificar a contenção e a repressão contra a China já há algum tempo ao aumentar sua influência no Indo-Pacífico, prejudicando muito os intercâmbios e a cooperação bilateral China-EUA.
Marinheiros no convés do novo destróier de mísseis guiados Type 055 Nanchang da Marinha do Exército de Libertação Popular da China durante participação de um desfile em comemoração do 70º aniversário da fundação da Marinha da China - Sputnik Brasil, 1920, 12.06.2022
Panorama internacional
Estratégia dos EUA no Indo-Pacífico está dirigida contra um país, diz ministro da Defesa da China
As relações China-EUA estão em uma encruzilhada crítica, disse Yang, observando que a China está disposta a abordar tais relações com base no respeito mútuo, coexistência pacífica e cooperação de ganho mútuo, se opondo à lógica competitiva dos EUA.
Yang ainda enfatizou que a questão de Taiwan diz respeito ao fundamento político das relações China-EUA, mas se for tratada de forma errada vai causar impactos disruptivos.
A posição da China em salvaguardar a soberania nacional e a integridade territorial é inequívoca e firme. Os assuntos internos da China não toleram interferência de outros países. Qualquer tentativa de obstruir ou minar a unidade nacional da China estará fadada ao fracasso, disse Yang.
O diplomata afirmou que os EUA devem buscar ter interações positivas com a China e fazer esforços conjuntos para a prosperidade, estabilidade e desenvolvimento da região da Ásia-Pacífico.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала