Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Negociador russo que lidera encontros em busca da paz culpa Ucrânia pela interrupção de reuniões

© Sputnik / Sergei KarpukhinVladimir Medinsky, assessor do presidente Vladimir Putin e chefe da delegação russa, durante as negociações em Istambul, 29 de março de 2022
Vladimir Medinsky, assessor do presidente Vladimir Putin e chefe da delegação russa, durante as negociações em Istambul, 29 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2022
Nos siga noTelegram
O principal negociador da Rússia, Vladimir Medinsky, acusou a Ucrânia de suspender o processo de paz depois que Kiev se recusou a apoiar um esboço de tratado que ajudou a elaborar.
As declarações dele, que também é assessor do presidente Vladimir Putin, foram dadas neste domingo (22) ao canal de televisão estatal de Belarus ONT.

"Congelar as negociações foi inteiramente iniciativa da Ucrânia. A Rússia nunca se recusou a falar, inclusive no mais alto nível", apontou.

Grande Palácio e catedral no Kremlin de Moscou, Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 18.04.2022
Panorama internacional
Kremlin: não há coerência na posição da Ucrânia nas negociações, que Kiev muda a todo tempo
Ele disse que a Rússia apresentou à Ucrânia uma lista de pontos-chave nas tratativas para encerrar o conflito, muitos dos quais foram acordados por ambas as equipes, mas as negociações encontraram um obstáculo.

"Eles nem sequer apoiaram oficialmente o projeto que ajudaram a negociar. Concordamos que nossos interlocutores fariam uma pausa. Aparentemente, eles não têm pressa", declarou Medinsky.

O funcionário disse que "a bola está do lado deles e estamos prontos para continuar o diálogo".
Em Moscou, o presidente da China, Xi Jinping (à esquerda), cumprimenta o presidente da Rússia, Vladimir Putin (à direita), em 5 de junho de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2022
Panorama internacional
China medeia conversas entre Ucrânia e Rússia, mas papel não deve ser superestimado, diz ministério
Medinsky sugeriu que o presidente Putin está aberto a conversas com o ucraniano Vladimir Zelensky, desde que houvesse um documento altamente detalhado para eles finalizarem e assinarem.
A Rússia iniciou uma operação militar especial, em 24 de fevereiro, com o objetivo de "desmilitarizar" e "desnazificar" a Ucrânia, após pedido de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) para combater ataques de tropas ucranianas.
A missão, segundo o Ministério da Defesa russo, tem como alvo apenas a infraestrutura militar da Ucrânia.
Moscou afirmou em diversas ocasiões que não tem planos de ocupar o país.
Em resposta, os Estados Unidos e seus aliados impuseram sanções abrangentes à Rússia e forneceram ajuda bilionária em infraestrutura militar à Ucrânia.
Membros da delegação russa saem do palácio Dolmabahce, em Istambul, onde decorrem as negociações de paz para resolver o conflito ucraniano, 29 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.03.2022
Panorama internacional
Negociações russo-ucranianas, que duraram 3 horas, terminam na Turquia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала