Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Pentágono confirma ter testado míssil hipersônico em meados de março

© Sputnik / Pavel LvovLançamento de míssil hipersônico desde o cruzador Pyotr Veliky da Rússia
Lançamento de míssil hipersônico desde o cruzador Pyotr Veliky da Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 05.04.2022
Nos siga noTelegram
O secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, diz não ter recebido diretiva da Casa Branca para cancelar o teste do Minuteman. Segundo ele, ocultar o movimento foi a "melhor coisa" para gerenciamento da escalada nas tensões geopolíticas.
A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, na sigla em inglês) disse em um comunicado de imprensa nesta terça-feira (5) que realizou "recentemente" o segundo teste bem-sucedido do conceito de veículo hipersônico da Lockheed Martin que atingiu a velocidade Mach 5 e se manteve no ar por um "longo" período de tempo.
"A DARPA e sua parceira, a Força Aérea dos EUA, concluíram recentemente um teste de voo livre da versão Lockheed Martin do Conceito de Arma de Respiração Hipersônica. O veículo, após liberação de uma aeronave transportadora, foi impulsionado para o envelope de ignição de seu motor de combustível a base de hidrocarbonetos refrigerados. A partir daí, ele rapidamente acelerou e manteve a velocidade de cruzeiro mais rápida que Mach 5 por um longo período de tempo. O veículo atingiu altitudes superiores a 65.000 pés [19.812 metros] e voou por mais de 300 milhas náuticas [555.600 metros]", diz o comunicado.
Mais cedo, a mídia dos EUA informou, citando uma fonte de defesa, que norte-americanos testaram secretamente um míssil hipersônico em meados de março, mas permaneceram em silêncio sobre isso para evitar o aumento das tensões com a Rússia.
Os EUA começaram a desenvolver essas armas no século XX, mas mantiveram o programa em stand-by depois que ele não produziu resultados devido a restrições tecnológicas. O programa teria sido reiniciado e revigorado depois que a Rússia e a China apresentaram mísseis hipersônicos funcionais há alguns anos.
Míssil balístico intercontinental Yars, das Forças Armadas da Rússia, sobre um veículo transportador Kamaz, na cidade de Teykovo, região russa de Ivanovo (arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2022
Panorama internacional
Defesa antimísseis dos EUA não pode interceptar veículos hipersônicos, diz general norte-americano
De acordo com relatos da mídia parcialmente confirmados, a China realizou um teste de míssil hipersônico que conseguiu voar ao redor do globo, surpreendendo o Pentágono. O míssil seria supostamente capaz de atingir os EUA a partir do Polo Sul, embora a maioria das capacidades de radar antimísseis norte-americanas esteja focada no Norte. O Pentágono admitiu que a China conseguiu se aventurar muito à frente na tecnologia de armas hipersônicas.
Armas hipersônicas viajam a velocidades superiores a Mach 5 e podem manobrar rapidamente em pleno voo, tornando sua trajetória de voo extremamente difícil de prever em comparação com mísseis balísticos regulares. Isso faz com que seja difícil de se proteger de armas hipersônicas, mesmo com os modernos sistemas de defesa antiaérea. A Rússia diz que seu mais recente sistema de defesa antiaérea da série S foi construído para levar em conta a experiência do país em armamento hipersônico e, portanto, pode interceptar esse tipo de míssil. No entanto, Moscou ainda não realizou testes dessas interceptações.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала