Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Pentágono prioriza envio de mísseis Stinger, Javelin e drones à Ucrânia

© Exército dos Estados Unidos / Domínio públicoSoldados lançam míssil Javelin
Soldados lançam míssil Javelin - Sputnik Brasil, 1920, 05.04.2022
Nos siga noTelegram
O porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, informou que Washington "segue cumprindo" com as entregas referentes ao pacote de US$ 800 milhões (R$ 3,6 bilhões) aprovado no dia 16 de março.
Os EUA priorizam o envio de sistemas antiaéreos Stinger e sistemas antitanque Javelin, bem como drones, no marco de seu apoio militar à Ucrânia, declarou John Kirby.
O porta-voz informou que Washington "segue cumprindo" com as entregas referentes ao pacote de assistência de US$ 800 milhões (R$ 3,6 bilhões) em matéria de segurança, aprovado no dia 16 de março pelo presidente Joe Biden.
"Chegará outra [remessa] nas próximas 24 horas. Estamos priorizando os tipos de capacidades que sabemos que os ucranianos mais precisam: Javelins, Stringers, veículos aéreos não tripulados. Então, tudo isso está sendo priorizado", afirmou.
Além disso, Kirby ressaltou que os EUA não planejam enviar tropas à Ucrânia para participar do conflito ou coletar informações sobre possíveis crimes de guerra.
O presidente dos EUA, Joe Biden, ri com o vice-presidente Kamala Harris e membros do Congresso enquanto sanciona feriado federal, em Washington, EUA, em 17 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 03.04.2022
Panorama internacional
Mídia: papel do Congresso dos EUA nas relações exteriores enfraquecido em meio à crise na Ucrânia
"Não há discussões, conversas, planos ou especulações sobre tropas norte-americanas, em termos de documentação de crimes de guerra na Ucrânia [...] as tropas americanas não combaterão na Ucrânia", destacou.
Por sua vez, o Pentágono anunciou que os EUA aprovaram US$ 300 milhões (R$ 1,3 bilhões) para "ajuda" militar adicional a Kiev, no quadro da Iniciativa de Assistência de Segurança à Ucrânia (USAI, na sigla em inglês).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала