Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Defesa russa: nacionalistas ucranianos sabem que seus dias estão contados

© Sputnik / Viktor AntonyukCombatente da Milícia Popular da República Popular de Donetsk em estrada de Bugas
Combatente da Milícia Popular da República Popular de Donetsk em estrada de Bugas - Sputnik Brasil, 1920, 07.03.2022
Nos siga noTelegram
O Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Federação da Rússia diz que Kiev está minando a evacuação de civis, tanto através de atrocidades como por não permitir sua saída para a Rússia.
Mikhail Mizintsev, diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Federação da Rússia, declarou nesta segunda-feira (7) aos jornalistas que os membros dos batalhões nacionalistas ucranianos estão sofrendo de agonia.
"Estão à vista sinais de agonia descontrolada por parte dos militantes dos batalhões nacionalistas e também de seus cúmplices nas posições de prefeitos e chefes de localidades, praticamente por todo o território da Ucrânia ainda sob o controle dos nazistas", comentou ele.
De acordo com o coronel-general, os nacionalistas sabem que seus dias estão contados, que não descartam qualquer tipo de ação e que vão realizar "os crimes mais tenebrosos", principalmente contra civis e estrangeiros.

"Temos informações confiáveis do porquê o regime de Kiev está usando todos os métodos disponíveis e inacessíveis para impedir a todo o custo a evacuação de civis e estrangeiros à Rússia. Basicamente tem medo que as pessoas contem a verdade sobre a loucura e caos, humilhações e sofrimento, e também o genocídio realizado por este regime", acrescentou o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Federação da Rússia.

O alto responsável russo também apontou as ameaças, intimidação, chantagem, agressão física e uso de armas letais contra civis e estrangeiros por parte de nacionalistas.
O presidente da Rússia, Vladimir Putin durante conversa telefônica - Sputnik Brasil, 1920, 07.03.2022
Panorama internacional
Putin diz a chefe do Conselho Europeu que nacionalistas são verdadeira ameaça na Ucrânia
"Ontem [6] em Kharkov, Sumy e em outras cidades foram registrados múltiplos fatos de militantes de batalhões nacionalistas, enlouquecidos por permissividade, fuzilarem civis por acusações de ajuda à Rússia", sublinhou.
Foram efetuadas 172 violações do cessar-fogo em três horas pelo lado ucraniano nos seis corredores humanitários previamente anunciados, afirmou Mizintsev, acrescentando que o lado russo observou detalhadamente a situação, inclusive atrás de drones.
"Foi estabelecido que os nacionalistas proibiram a saída de civis e cidadãos das localidades indicadas sob ameaça de represálias físicas", comunicou o coronel-general.
Mizintsev ainda disse que o lado ucraniano não avisou a população das cidades de Kiev, Kharkov, Mariupol e Sumy que podia ser evacuada, apesar da nova abertura de corredores humanitários pela Rússia, e que "não é possível chamar isso de outra forma que não cinismo com sua própria população".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала