Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia declara regime de cessar-fogo na Ucrânia, diz Ministério da Defesa

© Sputnik / Ivan Rodionov / Abrir o banco de imagensMilitares da Milícia Popular de Donetsk em uma estrada perto de Volnovakha
Militares da Milícia Popular de Donetsk em uma estrada perto de Volnovakha - Sputnik Brasil, 1920, 05.03.2022
Nos siga noTelegram
A Rússia declarou o regime de cessar-fogo para que os civis possam sair de Mariupol e de Volnovakha, informou o Ministério da Defesa da Rússia aos jornalistas.
"Hoje, 5 de março, às 10h00 hora de Moscou (4h00 no horário de Brasília), o lado russo declara o regime de cessar-fogo e abre corredores humanitários para saída de civis de Mariupol e Volnovakha", informou a entidade de Defesa russa.
Acrescenta-se ainda que os corredores humanitários e as rotas de saída de civis foram acordados com o lado ucraniano.
As autoridades de Mariupol querem usar o regime de cessar-fogo para restaurar a infraestrutura crítica da cidade, bem como fornecer medicamentos e suprimentos e de primeira necessidade.
"Situação quanto ao estabelecimento de um corredor humanitário às 8h30 (hora local) [3h30 horário de Brasília]. Exatamente neste momento está sendo determinada a hora de abertura de um corredor 'verde' humanitário e o início de regime cessar-fogo em Mariupol. Isto permitirá a restauração da infraestrutura crítica da cidade – luz, água, rede de comunicação. Será também possível fornecer a Mariupol medicamentos e produtos de primeira necessidade. Em breve, as informações serão atualizadas", disse o prefeito da cidade, Vadim Boichenko, no canal do conselho municipal de Mariupol no Telegram.
Ontem, o Ministério da Defesa da Rússia afirmou que na maior parte do território da Ucrânia está se desenvolvendo uma situação humanitária desastrosa com tendências para agravamento. A situação mais complicada ocorre nas cidades de Kiev, Kharkov, Sumy, Chernigov e Mariupol.
Militares ucranianos na linha de frente perto da cidade de Novolugansky na região de Donetsk, 20 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2022
Panorama internacional
Regime de Kiev usa métodos de combate proibidos, viola direito internacional, diz Defesa russa
Na madrugada de 24 de fevereiro, a Rússia deu início a uma operação militar especial na Ucrânia com o objetivo de desmilitarizar e desnazificar o país. A operação foi deflagrada após pedido de assistência militar das repúblicas populares de Lugansk e Donetsk (RPL e RPD, respectivamente), que denunciaram violações de cessar-fogo na região de Donbass.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала