Capitão do voo MH370 evitou radares para provocar de propósito queda do avião, afirma tabloide

© AFP 2022 / Hoang Dinh NamOperação de busca do voo MH370
Operação de busca do voo MH370  - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2021
Nos siga noTelegram
Enquanto o destino final do avião da Malaysia Airlines, que desapareceu há sete anos, permanece desconhecido, o engenheiro aeroespacial Richard Godfrey sugere outra hipótese para explicar o que aconteceu com este voo sinistro.

De acordo com tabloide britânico Daily Mail, Godfrey acredita que o capitão "deprimido" do voo MH370 Zaharie Ahmad Shah mapeou de propósito uma trajetória de voo para evitar ser detectado por radares, a fim de derrubar o avião no mar.

Godfrey chegou a esta conclusão depois de tentar rastrear os movimentos do avião através da Weak Signal Propagation que, segundo a mídia, é uma "rede global de sinais de rádio que pode rastrear o movimento de aviões".

© AP Photo / Rob GriffithReal Força Aérea da Austrália realiza busca pelo avião desaparecido do voo MH370
Capitão do voo MH370 evitou radares para provocar de propósito queda do avião, afirma tabloide - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2021
Real Força Aérea da Austrália realiza busca pelo avião desaparecido do voo MH370
"Aparentemente, a trajetória de voo foi cuidadosamente planejada", ponderou Godfrey. "O nível de detalhes no planejamento implica uma mentalidade que gostaria de ver este plano complexo executado corretamente até o fim."

Apesar de existirem muitas teorias, não se sabe ao certo o que teria acontecido com o avião da Malaysia Airlines.

O voo MH370 sumiu dos radares enquanto sobrevoava o golfo da Tailândia logo após decolar do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, na Malásia, em 8 de março de 2014.

Com destino à capital chinesa, Pequim, o Boeing 777 carregava 227 passageiros e 12 tripulantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала