Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Arqueólogos descobrem impressão digital de 5.000 anos em pedaço de barro, na Escócia (FOTO)

© Foto / Pixabay / BoyKatObjeto de cerâmica (imagem referencial)
Objeto de cerâmica (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 25.04.2021
Nos siga no
A impressão foi encontrada em um pedaço de barro que foi descoberto por arqueólogos em um sítio arqueológico localizado na Escócia, Reino Unido.

Arqueólogos britânicos afirmam ter descoberto uma impressão digital de cinco mil anos durante a análise de uma grande coleção de cerâmica neolítica. Os pesquisadores dizem a impressão digital deixada em um vaso de barro provavelmente foi feita por um artesão que tocou na argila molhada.

​Impressão digital de 5.000 anos é encontrada em escavações no Ness de Brodgar, em Orkney, Escócia

A impressão digital foi descoberta no sítio arqueológico de Ness de Brodgar, Orkney, Escócia, Reino Unido. Patrimônio da Humanidade da Unesco desde 2006, as ilhas Orkney são um arquipélago localizado no mar do Norte, cerca de 16 km ao largo do norte da Escócia.

Os arqueólogos têm escavado muito no local nos últimos anos e impressão digital foi notada pela primeira vez por um especialista em cerâmicas, Roy Towers, enquanto examinava um fragmento de um enorme conjunto de peças de argila encontradas no sítio arqueológico.

"Trabalhando em um local de elevado padrão como o Ness de Brodgar, com seus belos edifícios e impressionante variedade de artefatos, pode ser muito fácil esquecer as pessoas por trás deste incrível complexo […]. Mas essa descoberta realmente traz essas pessoas de volta ao foco", afirma em comunicado Nick Card, diretor de escavação.

A peça foi levada para um laboratório e os cientistas utilizaram tecnologia de análise de imagem para aprenderem mais detalhes sobre a impressão. A técnica envolve várias fotografias sendo tiradas em condições de iluminação variáveis e a combinação dos resultados é realizada usando um software de computador que cria um modelo altamente detalhado do objeto.

"Embora encontrar a impressão digital não tenha um impacto enorme em nosso trabalho, isso nos dá uma conexão altamente pessoal e comovente com o povo do Neolítico [que habitava] Orkney há 5.000 anos", conclui Card.

Os arqueólogos esperam que uma análise posterior revele o sexo e a idade da pessoa que deixou a impressão digital.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала