Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil entra na lista de países que receberão vacinas da Pfizer via COVAX no 2º trimestre de 2021

© REUTERS / Amanda PerobelliProfissional de saúde da polícia prepara uma dose da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 no primeiro dia de vacinação do governo estadual para policiais, São Paulo, Brasil, 5 de abril de 2021
Profissional de saúde da polícia prepara uma dose da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 no primeiro dia de vacinação do governo estadual para policiais, São Paulo, Brasil, 5 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 12.04.2021
Nos siga no
Brasil, Colômbia e México estão entre os países que receberão a vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 no segundo trimestre de 2021 via a iniciativa da COVAX Facility.

Cerca de 14,1 milhões de doses vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19 foram atribuídas a 47 países e economias no segundo trimestre deste ano, segundo informou a Aliança Global para Vacinas e Imunização (GAVI, na sigla em inglês) na segunda-feira (12).

Brasil, Colômbia, México, Filipinas, África do Sul e Ucrânia estão entre os principais destinatários da vacina da Pfizer entre abril e junho, de acordo com gráfico da GAVI "baseado nos conhecimentos atuais sobre a disponibilidade de vacinas contra a COVID-19", segundo a Reuters.

A entrega do imunizante da AstraZeneca para cerca de 142 países participantes da iniciativa em uma ronda pré-anunciada está em curso, "com alguns atrasos", que podem estender o prazo da entrega para o mês de maio, conforme o gráfico.

O COVAX Facility é uma iniciativa liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que reúne mais de 150 países, criada para impulsionar o desenvolvimento e a distribuição de vacinas contra o coronavírus.

O Brasil deveria receber 2,5 milhões de doses da vacina da AstraZeneca via COVAX, mas o Ministério da Saúde informou que a entrega do imunizante está atrasada devido a problemas em sua produção. O país, até momento, recebeu apenas um milhão de doses.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала