02:56 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)
    010
    Nos siga no

    O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) informou nesta quinta-feira (1º) que enviou um ofício ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pedindo a antecipação da entrega de vacinas por meio do COVAX Facility sob a justificativa de que o Brasil vive uma situação "dramática" em relação à pandemia.

    O documento foi enviado após os senadores terem aprovado uma moção de "apelo" para a comunidade internacional pedindo ajuda de 11 organizações globais para enfrentar a pandemia. As informações foram publicadas pelo portal G1.

    "A situação que enfrentamos é dramática. Dados confirmados pela OMS [Organização Mundial de Saúde] atestam que o Brasil se tornou o epicentro mundial da pandemia de COVID-19, com mais de 12 milhões de casos confirmados e 300 mil óbitos. Assistimos, consternados, a uma preocupante aceleração da curva de contágio", escreveu Pacheco.

    ​O presidente do Senado ainda destacou que o sistema de saúde do país está "no limite de suas capacidades".

    "À luz do exposto, encareço o especial apoio de vossa excelência [Guterres] ao pleito de que se examine, no âmbito do COVAX Facility, a possibilidade de ajuste no cronograma de entrega vacinas do consórcio ao Brasil", completou o presidente do Senado.

    O COVAX Facility é uma iniciativa liderada pela OMS, que une mais de 150 países, criada para impulsionar o desenvolvimento e a distribuição das vacinas contra a COVID-19.

    Na semana passada o Ministério da Saúde informou que o cronograma de entrega de doses de vacina contra a COVID-19 disponibilizadas pelo consórcio COVAX Facility sofreria atrasos.

    A demora afetou cerca de 1,9 milhão dos 2,9 milhões de doses da vacina Covishield, conhecida popularmente como a vacina de Oxford/AstraZeneca, que tinha entrega prevista até o final de março.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)

    Mais:

    Bolsonaro 'sai do sério' com declaração de Mourão sobre troca nas Forças Armadas
    Verba aprovada para Ministério da Saúde é 'incompatível' com gastos na pandemia, alerta CNS
    Pressão do Brasil na OMC contra França mostra que país 'não vai ficar só na defensiva', diz analista
    Bolsonaro gastou mais de R$ 2,3 milhões em férias de fim de ano
    'Meu Exército não vai às ruas cumprir decretos de governadores e prefeitos', diz Bolsonaro
    Tags:
    COVID-19, Brasil, COVAX Facility, vacina, vacinação, Senado Federal, Rodrigo Pacheco, Organização das Nações Unidas, António Guterres, novo coronavírus, pandemia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar