Halo gasoso gigante é mapeado na galáxia Andrômeda pelo Hubble (FOTO)

CC0 / skeeze/Pixabay / A galáxia Andrômeda
A galáxia Andrômeda  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Envoltório de gás que cerca a galáxia mais próxima da Via Láctea tem duas camadas principais. Este é o estudo mais abrangente de um halo gasoso em torno de uma galáxia.

Cientistas mapearam um imenso envoltório de gás, chamado halo, em torno da galáxia Andrômeda com a ajuda do telescópio espacial Hubble, da agência espacial norte-americana NASA. O estudo que detalha a descoberta foi publicado na revista científica The Astrophysical Journal.

"Compreender os enormes halos de gás ao redor das galáxias é imensamente importante", explicou a coautora Samantha Berek, da Universidade de Yale, EUA, em comunicado da NASA.

"Este reservatório de gás contém combustível para a futura formação de estrelas dentro da galáxia, bem como fluxos de eventos como supernovas. Está cheio de pistas sobre a evolução passada e futura da galáxia e, finalmente, podemos estudá-la em grande detalhe em nosso vizinho galáctico mais próximo", comemora a pesquisadora.

© Foto / NASA, ESA e E. Wheatley (STScI)Ilustração com a localização dos 43 quasares que os cientistas usaram para sondar o halo gasoso de Andrômeda
Halo gasoso gigante é mapeado na galáxia Andrômeda pelo Hubble (FOTO) - Sputnik Brasil
Ilustração com a localização dos 43 quasares que os cientistas usaram para sondar o halo gasoso de Andrômeda

'Experimento único'

Também conhecida como M31, Andrômeda é a galáxia mais próxima da nossa, a Via Láctea. Os cientistas ficaram surpresos ao descobrir que esse halo tênue e quase invisível de plasma difuso se estende por 1,3 milhão de anos-luz da galáxia – cerca de metade da Via Láctea – e até 2 milhões de anos-luz em algumas direções. Isso significa que o halo de Andrômeda já está colidindo no halo da nossa galáxia.

Os cientistas acreditam que os halos das duas galáxias devem ser muito parecidos, uma vez que essas galáxias são bastante semelhantes. As duas galáxias estão em rota de colisão e se fundirão para formar uma galáxia elíptica gigante daqui a uns quatro bilhões de anos.

"Este é realmente um experimento único, porque apenas com Andrômeda temos informações sobre seu halo ao longo não apenas de uma ou duas linhas de visão, mas de mais de 40", explica Nicolas Lehner, autor principal do estudo, da Universidade de Notre Dame, EUA. "Isso é inovador para capturar a complexidade de um halo de galáxia além de nossa Via Láctea."

A equipe também descobriu que o halo tem uma estrutura em camadas, com duas camadas principais de gás aninhadas e distintas. Este é o estudo mais abrangente sobre halo em torno de uma galáxia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала