'Furioso': Biden critica Trump por 'autorizar' tiros em manifestantes após morte de homem negro

© REUTERS / Carlos BarriaManifestantes carregam um cartaz em Minneapolis pedindo justiça para George Floyd
Manifestantes carregam um cartaz em Minneapolis pedindo justiça para George Floyd - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O candidato presidencial democrata Joe Biden, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira (29), disse que está furioso com o comentário do presidente dos EUA, Donald Trump, que sugeriu que a Guarda Nacional atire em manifestantes que protestam contra a morte de George Floyd no estado de Minnesota.

Ao comentar a detenção de um jornalista negro da CNN "quando estava fazendo seu trabalho" enquanto "o policial branco que matou George Floyd continua livre", Biden se dirigiu ao presidente norte-americano.

Não vou impulsionar o tweet do presidente. Não darei a ele essa amplificação. Mas ele está pedindo violência contra cidadãos americanos durante um momento de dor para tantos. Estou furioso, e você também deveria estar.

Biden destacou que vai falar mais sobre os eventos em Minnesota ainda na sexta-feira (29).

Na noite de quinta-feira (28), Trump alertou que os manifestantes que destroem e roubam negócios nas cidades de Minneapolis e St. Paul podem ser mortos por membros da Guarda Nacional.

"Acabei de falar com o governador Tim Walz e lhe disse que o Exército está com ele o tempo todo. Qualquer dificuldade e assumiremos o controle, mas, quando os saques começarem, as filmagens começarão", escreveu Trump em um tweet que mais tarde foi sinalizado e ocultado pelo Twitter por violar as regras da plataforma social sobre glorificar a violência.

Os distúrbios públicos surgiram na terça-feira (26) após a morte de George Floyd, um homem afro-americano que perdeu a vida na segunda-feira (25) depois de ser preso por policiais na cidade de Minneapolis.

Um vídeo divulgado online mostra um policial branco, supostamente Derek Chauvin, prendendo Floyd no chão com o joelho no pescoço por vários minutos. Floyd diz repetidamente ao policial que ele não pode respirar até não responder. Floyd morreu em um hospital local logo em seguida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала