22:08 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)
    4104
    Nos siga no

    Dados iniciais compilados nos Estados Unidos mostram que é mais provável que os afro-americanos morram com a COVID-19.

    De acordo com especialistas ouvidos pela agência de notícias Reuters, os dados mostram a disparidade e desigualdade no acesso à rede de saúde. 

    Em Illinois, os afro-americanos representam cerca de 30% dos casos do estado e cerca de 40% das mortes relacionadas ao coronavírus, de acordo com estatísticas oficiais. No entanto, eles representam apenas 14,6% da população do estado.

    Em Michigan, os afro-americanos respondem por 40% das mortes relatadas pelo estado, segundo dados oficiais, embora componham apenas 14% da população.

    Muitos estados, incluindo Nova York, o mais afetado pela pandemia, não divulgaram dados demográficos mostrando mortes do vírus em diferentes grupos raciais.

    O Centro de Controle e Prevenção de Doenças também não divulgou dados sobre a raça e etnia dos pacientes testados para a COVID-19, a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Medicamento antiparasitário mata coronavírus em 48 horas, revela estudo
    EUA têm 3 de cada 4 hospitais tratando casos do novo coronavírus
    O que torna o novo coronavírus mais mortal que a gripe?
    Comunidades ultraortodoxas em Israel estariam dificultando combate ao coronavírus
    Após o coronavírus: como mudará status quo dos mercados de energia depois da pandemia?
    Tags:
    pandemia, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar