21:43 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    6223
    Nos siga no

    A polícia do Estado de Minnesota prendeu nesta sexta-feira (29) uma equipe da CNN durante uma transmissão ao vivo da cidade de Minneapolis, que enfrenta protestos contra a violência estatal. 

    No vídeo da cena, o repórter Omar Jimenez, é visto cobrindo os protestos violentos que começaram esta semana após um policial sufocar um homem negro enquanto o algemava. 

    Jimenez foi detido mesmo após se identificar como jornalista e afirmar que poderia sair do local onde estava trabalhando. Seu produtor e cinegrafista também foram algemados e levados para um prédio de segurança pública momentos depois.

    A CNN disse que nenhuma razão foi dada para as detenções. A emissora publicou uma declaração acusando a polícia de deter os profissionais "por fazer o trabalho deles, apesar de se identificarem — uma clara violação dos direitos da Primeira Emenda".

    A equipe foi libertada uma hora depois. A CNN disse que o governador de Minnesota, Tim Walz, agiu rapidamente para ajudar na libertação dos jornalistas.

    Os protestos em Minneapolis foram desencadeados por um vídeo que mostra George Floyd algemado no chão enquanto um policial branco prensa seu joelho contra o pescoço de Floyd, que dizia não conseguir respirar. Floyd foi levado para um hospital local e morreu pouco depois.

    Mais:

    Novos mísseis de cruzeiro da Marinha dos EUA serão movidos a etanol à base de milho
    Tropas chinesas expulsam destróier dos EUA do mar do Sul da China, diz porta-voz militar
    Maior avião 100% elétrico sobe aos céus pela 1ª vez nos EUA (VÍDEO)
    União Europeia sofre 'pressão para escolher' entre EUA e China, dizem especialistas
    Incapacidade dos EUA em deter ajuda petrolífera do Irã à Venezuela poderia ser 'momento Suez'?
    Tags:
    protesto, racismo, EUA, CNN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar