Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 5 de maio

© AFP 2022 / Antonello Veneri Homem usa máscara protetora próximo a muro grafitado por Marcos Costa, em Salvador
Homem usa máscara protetora próximo a muro grafitado por Marcos Costa, em Salvador - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bom dia! A Sputnik Brasil está de olho nas principais notícias desta terça-feira (5), marcada pelo início do primeiro "lockdown" brasileiro, pela prisão de cidadãos norte-americanos na Venezuela e estimativas de até 200 mil mortes nos EUA por COVID-19 no próximo mês.

Primeiro 'lockdown' do Brasil tem início hoje

De acordo com as secretarias estaduais de Saúde, o Brasil registra agora 108.620 casos de COVID-19 e 7.367 mortes, enquanto aumentam indícios de subnotificação do número de casos. As cidades com maior taxa de mortalidade concentram-se nas regiões Norte e Nordeste. Nesta terça-feira (5), tem início o primeiro "lockdown" do país: a região metropolitana de São Luís, no Maranhão, irá suspender todas as atividades por dez dias. Violações ao regime rígido de quarentena serão punidas com multa, conforme determinação judicial.

© AP Photo / Eraldo PeresFamília usando máscara de proteção em terminal de ônibus de Brasília, 4 de maio de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 5 de maio - Sputnik Brasil
Família usando máscara de proteção em terminal de ônibus de Brasília, 4 de maio de 2020

Defesa de Moro abre mão do sigilo de depoimento à PF

A defesa de Sergio Moro enviou um documento ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual abre mão do sigilo do depoimento de cerca de oito horas prestado pelo ex-juiz à Polícia Federal no sábado (2). A defesa declara que "não se opõe à publicidade dos atos praticados nestes autos" a fim de evitar interpretações descontextualizadas das declarações do ex-ministro. Durante o depoimento, Moro teria permitido a extração de dados de seus aparelhos eletrônicos e entregado provas documentais contra o presidente Jair Bolsonaro. O ministro Celso de Mello deverá decidir sobre a manutenção do sigilo do depoimento do ex-juiz.

Estudos preveem mais de 100 mil mortes nos EUA por COVID-19

Instituto da Universidade de Washington publicou um estudo nesta segunda-feira (4), no qual prevê 130.000 mortes nos EUA por COVID-19 até agosto deste ano. Anteriormente, o jornal The New York Times informou ter tido acesso a um estudo de duas agências do governo dos EUA prevendo 200 mil mortes por COVID-19, cerca de 3.000 mortes diárias, somente nas próximas quatro semanas, número bastante superior à estimativa feita por Donald Trump, de cerca de 100.000 mortes. Os EUA são o país mais atingido pela pandemia de COVID-19, com mais de um milhão de casos e 68.934 vítimas fatais, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (EUA).

© REUTERS / Brendan Mcdermid Necrotério temporário instalado no Brooklyn, na cidade de Nova York, 4 de maio de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 5 de maio - Sputnik Brasil
Necrotério temporário instalado no Brooklyn, na cidade de Nova York, 4 de maio de 2020

Cidadãos dos EUA presos na Venezuela pertencem a empresa privada de segurança

Os cidadãos norte-americanos Airan Berry e Luke Denman, detidos após uma tentativa frustrada de invasão da Venezuela, recebiam ordens do chefe da empresa de segurança privada Silevercorp, Jordan Goudreau, também detido. Em entrevista telefônica concedida à Reuters, Goudreau confirmou que Berry e Denman "estavam trabalhando comigo". A assessoria de imprensa do líder da oposição Juan Guaidó negou que este tivesse contratado a empresa baseada nos EUA para retirar Maduro do poder, dizendo que Guaidó "não tem relações ou responsabilidade pelas ações da empresa Silvercorp".

© REUTERS / TV ReutersSoldados venezuelanos prendem suspeitos de participar de incursão militar contra o país, 4 de maio de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 5 de maio - Sputnik Brasil
Soldados venezuelanos prendem suspeitos de participar de incursão militar contra o país, 4 de maio de 2020

Declarações de Pompeo sobre origem do novo coronavírus são 'especulativas' diz OMS

O especialista Dr. Mike Ryan, da Organização Mundial da Saúde (OMS), declarou que as declarações do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, são "especulativas" e pediu uma investigação "baseada em fatos científicos" sobre a origem do novo coronavírus. Anteriormente, Pompeo declarou ter "quantidade significativa de provas" de que o vírus seria proveniente de um laboratório na cidade chinesa de Wuhan. A administração Trump questiona a credibilidade da OMS e suspendeu o financiamento da organização por tempo indeterminado.

© AP Photo / Andy WongChinesa usando vestes tradicionais e máscara protetora, em Pequim, 3 de maio de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 5 de maio - Sputnik Brasil
Chinesa usando vestes tradicionais e máscara protetora, em Pequim, 3 de maio de 2020

Kim Jong-un recebe medalha da Rússia

O líder norte-coreano Kim Jong-un foi homenageado com uma medalha russa pelo seu papel na preservação da memória e monumentos em homenagem aos soldados soviéticos que morreram em território norte-coreano durante a Segunda Guerra Mundial, informou a Embaixada da Rússia em Pyongyang, nesta terça-feira (5). A Embaixada da Rússia agradeceu ao líder pela "sua contribuição pessoal" na manutenção dos memoriais de guerra. A medalha foi entregue em meio às celebrações dos 75 anos da vitória sobre o nazismo, comemorados na Rússia no dia 9 de maio. Leia mais sobre a condecoração

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала