Maduro chama acusações da administração Trump sobre narcotráfico de falsas

© REUTERS / Stringer/ Fausto TorrealbaPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, gesticula enquanto fala durante coletiva de imprensa no Palácio Miraflores, em Caracas, Venezuela, 14 de fevereiro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente venezuelano Nicolás Maduro classificou como falsas as acusações de tráfico de drogas que a administração Trump fez contra ele e outros funcionários do seu governo.

O líder venezuelano declarou em sua conta no Twitter que ação do governo dos Estados Unidos é extremista.

​O governo americano, em uma ação exagerada, extremista e grosseira, fez um conjunto de acusações falsas, colocando um preço na cabeça dos revolucionários que estão dispostos a combatê-los em todos as áreas e a continuar a derrotá-los. Moral Máxima Aqui!

Na quinta-feira (26), o chefe do Departamento de Justiça dos EUA, William Barr, lançou acusações contra Maduro e vários altos funcionários venezuelanos, alegando que eles estavam envolvidos no tráfico de drogas. As autoridades americanas anunciaram uma recompensa de US$ 15 milhões (R$ 75 milhões) por Maduro e US$ 10 milhões (R$ 50 milhões) pelo resto dos venezuelanos indicados na acusação.

A administração Trump está acusando Maduro de quatro crimes: conspiração com um cartel de drogas, conspiração para contrabandear cocaína para os EUA, posse de armas e explosivos, e conspiração para usar tais armas.

© REUTERS / Jonathan ErsntPresidente dos EUA, Donald Trump, durante a coletiva de imprensa diária realizada na Casa Branca sobre assuntos relacionados ao coronavírus, em Washington, EUA, em 9 de março de 2020
Maduro chama acusações da administração Trump sobre narcotráfico de falsas - Sputnik Brasil
Presidente dos EUA, Donald Trump, durante a coletiva de imprensa diária realizada na Casa Branca sobre assuntos relacionados ao coronavírus, em Washington, EUA, em 9 de março de 2020

O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, chamou as acusações de tráfico de drogas e de terrorismo contra os líderes do país de "nova forma de golpe de Estado" e relacionou as acusações com a situação interna nos próprios EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала