Avião com 98 pessoas cai no Cazaquistão e deixa ao menos 12 mortos (VÍDEOS)

© Sputnik / Comitê para Situações de Emergência do CazaquistãoServiços de emergência trabalham no local da queda do avião Fokker-100 em Almaty, Cazaquistão, 27 de dezembro de 2019
Serviços de emergência trabalham no local da queda do avião Fokker-100 em Almaty, Cazaquistão, 27 de dezembro de 2019 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um avião modelo Fokker 100, da companhia aérea Bek Air, caiu na cidade de Almaty, no Cazaquistão, nesta sexta-feira (27).

Informações preliminares indicam que a aeronave caiu logo após a decolagem e colidiu com um prédio de dois andares ao perder altitude. Ao menos 12 pessoas morreram, segundo as autoridades do Cazaquistão. Além das 12 pessoas mortas, outras 53 ficaram feridas.

Começam a circular nas redes sociais supostas imagens do desastre aéreo. 

"A operação de resgate foi iniciada imediatamente, nenhum incêndio ocorreu [após o acidente]. Passageiros e membros da tripulação estão sendo evacuados", afirmou o Ministério da Indústria e Desenvolvimento das Infraestruturas do Cazaquistão.

O governo cazaque criou uma comissão especial para investigar o incidente e afirmou que "todos os detalhes e causas serão encontrados". As autoridades locais também afirmaram que todos os voos do avião Fokker 100 serão suspensos "até que as circunstâncias do incidente sejam esclarecidas".

A aeronave transportava 93 passageiros e cinco membros da tripulação e tinha como destino o aeroporto da capital do país, Nursultan.

Em 1996, um avião Fokker 100 da TAM, com 96 pessoas a bordo caiu 24 segundos após a decolagem. O avião fazia um voo do Aeroporto de Congonhas com destino ao Rio de Janeiro. Ao todo, morreram 99 pessoas: todos os ocupantes e três pessoas que estavam em terra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала