11:15 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1291
    Nos siga no

    Durante os exercícios conjuntos entre as Forças Armadas da Rússia e do Cazaquistão Tsentr-2019, os militares puseram à prova os mísseis balísticos russos Iskander contra "alvos terroristas".

    O armamento foi usado pela primeira vez no território do Cazaquistão durante os exercícios e apresentou resultados satisfatórios para os comandantes militares de ambos os países.

    Os mísseis Iskander foram disparados a partir do polígono militar de Saray-Shagan, de acordo com o Ministério da Defesa da Rússia.

    O alvo foi um "acampamento terrorista" especialmente construído para os exercícios, a algumas centenas de quilômetros de distância, como é possível ver no vídeo de 59 segundos publicado no YouTube.

    Além do Iskander, também foi utilizado o sistema de defesa antiaérea Pantsir-S. O sistema simulou a defesa da plataforma do Iskander.

    Ficha técnica

    A plataforma lançadora de mísseis Iskander, classificada como SS-26 pela OTAN, pode disparar dois tipos de projéteis. O primeiro é o míssil 9M723 (Iskander-M), que possui características semelhantes a um míssil balístico. O segundo é o 9M728 (Iskander-K), um dos mísseis de cruzeiro da Rússia.

    As margens de erro vão de um máximo de cinco a sete metros na primeira versão e um metro na segunda.

    É válido lembrar que os dois projéteis podem ser armados com carga atômica e mudar de trajetória de maneira rápida, dificultando o trabalho da defesa inimiga.

    A Rússia também desenvolveu a versão balística Iskander-E para exportação.

    Mais:

    Rússia anuncia teste bem-sucedido de míssil Iskander-M
    VÍDEO mostra sistema de mísseis russo Buk-M2E em ação
    Pentágono afirma que EUA não estão prontos para guerra híbrida com Rússia
    Tags:
    míssil balístico, Cazaquistão, Rússia, Iskander
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar