Pence disse que EUA estão buscando cooperação com a China, não confronto

© REUTERS / Hyungwon KangBandeiras dos EUA e China tremulando em um edifício em Washington, EUA (foto de arquivo)
Bandeiras dos EUA e China tremulando em um edifício em Washington, EUA (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, declarou nesta quinta-feira (24) que os EUA não querem um confronto com a China, mas buscam interação em diversas questões, como economia e a desnuclearização da Coreia do Norte.

"Não estamos procurando um confronto com a China, estamos buscando cooperação em vários níveis, incluindo cooperação econômica e militar. Não estamos tentando parar o desenvolvimento da China. Queremos relações construtivas com os líderes chineses", afirmou.

De acordo com ele, "a China e os Estados Unidos também continuarão a trabalhar juntos para alcançar uma desnuclearização segura, completa e irrevogável da Coreia do Norte".

​O vice-presidente dos EUA destacou também que "grande parte do destino do século XXI dependerá da relação entre os EUA e a China".

Em 11 de outubro, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou um acordo comercial "substancial" para resolver a guerra tarifária que dura há quase dois anos.

Posteriormente, o porta-voz do Ministério do Comércio da China, Gao Feng, não confirmou quando a primeira fase do acordo será assinada ou se haverá outra reunião entre os dois países, ressaltando apenas que os dois lados permanecem em contato.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала