05:22 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da China e dos EUA

    Trump anuncia fim da 'guerra comercial' dos EUA com China

    © AP Photo / Andy Wong
    Américas
    URL curta
    20146
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira que os EUA e a China chegaram a um acordo comercial "substancial" para resolver a guerra tarifária que dura há quase dois anos.

    Trump anunciou um "acordo muito substancial na primeira fase" nesta sexta-feira, no Salão Oval da Casa Branca, na presença do vice-primeiro-ministro chinês, Liu He. O secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, observou que o acordo aborda questões de transparência relacionadas às taxas de câmbio.

    O anúncio ocorre poucos dias antes de um aumento tarifário programado das importações de produtos fabricados na China para os EUA, que Mnuchin confirmou que não será mais implementado. Representantes chineses concordaram que o país intensificaria suas compras de produtos agrícolas dos EUA.

    Mnuchin observou ainda que há muito trabalho pela frente e outras rodadas de negociações serão realizadas.

    As notícias provocaram efeito positivo imediato nas bolsas de valores dos Estados Unidos, com Dow Jones Industrial Average subindo quase 500 pontos alguns minutos antes do fechamento. Quando ficou claro que o acordo só será concluído em novembro, os investidores começaram a recuar um pouco. Dow Jones encerrou ainda assim com uma alta de 318,83 pontos.

    No início desta semana, relatórios de Pequim indicaram expectativas reduzidas sobre as negociações comerciais e, ainda na quinta-feira, uma fonte da delegação comercial da China disse ao South China Morning Post que "ainda não houve progresso".

    Mais:

    Acordo China-EUA não fará Brasil diminuir exportação de commodities, diz empresário
    EUA estão atrasados 15 anos em relação à Rússia e China em drones furtivos, diz imprensa
    Guerra comercial entre China e EUA traz 'instabilidade' para economia global, diz Merkel
    Tags:
    Donald Trump, guerra comercial, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar