Marinha dos EUA envia navio de assalto anfíbio para Oriente Médio em meio a tensão, diz mídia

© AP Photo / Luis RomeroNavio de assalto anfíbio USS Boxer (imagem referencial)
Navio de assalto anfíbio USS Boxer (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Marinha dos Estados Unidos enviou, alegadamente, um navio de assalto anfíbio à região do golfo Pérsico para reforçar a 5ª Frota, informou o portal militar.

De acordo com o site Military Watch, o navio de assalto anfíbio USS Boxer foi enviado para a região do golfo Pérsico para patrulhar o Golfo, o mar Vermelho, o mar Arábico e o oceano Índico. Todas as vias marítimas mencionadas estão potencialmente sob ameaça em caso de haver mais agravamento nas relações entre Teerã e Washington.

O navio de guerra Boxer é um dos setes navios de assalto anfíbio da classe Wasp no serviço da Marinha norte-americana, essas embarcações são capazes de operar como porta-aviões e portar até 20 jatos de asas fixas. O USS Boxer tem um deslocamento 40 mil toneladas.

Hoje em dia, a embarcação de assalto anfíbio lidera a 11ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros, que além dos helicópteros e veículos blindados anfíbios inclui o navio de assalto anfíbio USS John P. Murtha e navio de desembarque de doca USS Harpers Ferry.

Atualmente a embarcação é dotada de caças especializados Harrier II com pouso vertical. Está previsto que estes aviões sejam substituídos por F-35B Lightning II, que também podem pousar verticalmente, até meados dos anos 2020.

CC BY 2.0 / Alan Wilson / McDD AV-8B Harrier II '163877 / KD-23'Harrier II é um avião de ataque ao solo de segunda geração com decolagem e pouso vertical em serviço desde 1985
Marinha dos EUA envia navio de assalto anfíbio para Oriente Médio em meio a tensão, diz mídia - Sputnik Brasil
Harrier II é um avião de ataque ao solo de segunda geração com decolagem e pouso vertical em serviço desde 1985

O comandante da unidade, coronel dos Fuzileiros Navais Fridrik Fridriksson, comentando a deslocação do navio para o ponto crucial, disse: "Nosso treinamento e preparo para entrar na zona de operações da 5ª Frota tiveram como objetivo assegurar nossa prontidão onde for necessário e quando for necessário."

Ao mesmo tempo, os militares iranianos destacam, progressivamente, sua confiança nas capacidades de neutralizar grupos navais de ataque dos EUA liderados por porta-aviões.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала