Kremlin comenta futuras entregas de armas letais à Ucrânia

© Sputnik / Natalya Selivyorstova / Abrir o banco de imagensTorres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016
Torres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O fornecimento de armas letais a Kiev não contribuirá para a solução do conflito em Donbass e para a redução das tensões, disse o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov.

Presidente dos EUA, Donald Trump - Sputnik Brasil
Qual é maior obstáculo para entrega de armas letais à Ucrânia? Diplomata dos EUA responde
Há pouco, o presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko informou na sua conta no Facebook que o Senado norte-americano havia aprovado a alocação de US$ 500 milhões a Kiev para apoiar a sua defesa e segurança. Segundo ele, a Ucrânia receberá radares para sistemas de defesa antiaérea e patrulhamento da superfície marítima, armamentos antiminas, navios costeiros e de segurança costeira.

Comentando a possível resposta de Moscou (se a informação sobre o crédito for confirmada), Peskov disse que a Rússia não planeja adotar quaisquer medidas.

Combatentes das Forças Democráticas da Síria (FDS) em Raqqa (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
'Crime de guerra': ex-oficial afirma que EUA fornecem armas aos rebeldes sírios
"Por que é que temos de tomar medidas? […] A concessão do crédito é uma questão das relações entre a Ucrânia e os EUA. Poroshenko mencionou também as entregas de armas letais. Quanto a isso, declaramos várias vezes que essa decisão, em primeiro lugar, não contribuirá para a solução do conflito em Donbass. Em segundo lugar, para a redução da tensão. O presidente também comentou esse assunto", declarou Peskov, acrescentando que o Kremlin por enquanto não tem informação sobre a reação de Washington.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала