Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Forças da Síria e da Rússia barram avanço de terroristas em Palmira

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensUm tanque do exército sírio nas imediações de Palmira (foto de arquivo)
Um tanque do exército sírio nas imediações de Palmira (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
O Estado-Maior russo disse nesta quinta-feira (15) que o exército sírio apoiado por aviões de guerra russos conseguiu parar o avanço dos terroristas em Palmira.

Presidente sírio, Bashar Assad, durante uma entrevista - Sputnik Brasil
Assad: terroristas chegaram a Palmira com apoio dos EUA
As ofensivas múltiplas dos terroristas do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) em Palmira foram repelidas, disse o Estado-Maior russo em comunicado. 

Os combates principais ocorrem perto do aeródromo militar T4 e da cidade de Tiyas.

O Estado-Maior também disse que a situação na antiga cidade síria se estabilizou devido à operação do exército sírio com o apoio aéreo da Rússia

Além disso, Moscou também está ajudando Damasco a lançar uma contra-ofensiva para recapturar Palmira, que é considerada um Patrimônio da Humanidade. 

"As tropas sírias apoiadas pela Força Aeroespacial da Rússia estabilizaram a situação perto da cidade de Palmira. Múltiplos ataques de militantes do Daesh foram repelidos. A principal linha de frente está localizada perto da cidade de Tiyas e do aeródromo T4. A Federação Russa está assistindo a liderança síria na organização de uma contra-ofensiva em Palmira", disse o tenente-general Viktor Poznikhir, representante do Estado-Maior das Forças Armadas russas.

No domingo (11), o Daesh recapturou a antiga cidade, situada em um ponto estratégico da província de Homs. De acordo com fontes variadas, o número de terroristas que participaram da tomada de Palmira chegou a cerca de 5.000, incluindo centenas de homens-bomba e dezenas de veículos blindados. 

De acordo com o governador de Homs, as forças governamentais conseguiram evacuar cerca de 80% da população civil da cidade. O presidente sírio, Bashar Assad, prometeu que o exército retomaria Palmira depois de libertar Aleppo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала