08:30 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Sociedade
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    Especialista em controle de pragas britânico afirma que ratos adaptaram seu comportamento durante confinamento devido ao fechamento de restaurantes e à falta de seus detritos, que os deixa famintos.

    Ratos canibais hiperagressivos estão nadando pelos encanamentos dos esgotos e, subindo pelas privadas, conseguem invadir as casas procurando alimento.

    Segundo informa o tabloide britânico Mirror, o fenômeno tem se verificado com maior intensidade na cidade de Stoke-on-Trent (Reino Unido), com um enorme aumento de avistamentos dentro das habitações nos últimos meses.

    Os controladores de pragas estão assoberbados para atender os chamados originados de toda a cidade. A falta de comida tem levado ratos a recorrer ao canibalismo para sobreviver enquanto se vão reproduzindo em jardins, esgotos e espaços vazios das casas.

    Mike Flynn, gerente da empresa de controle de pragas Alpha Pest Control, acredita que os ratos adaptaram seu comportamento para sobreviver devido ao fato de os restaurantes estarem fechados durante o confinamento.

    "Definitivamente, houve uma mudança no comportamento dos ratos devido ao confinamento", afirmou Flynn, que trabalha em controle de pragas há 41 anos, acrescentando que "os ratos estão ficando mais descarados e desesperados".

    Flynn tem também uma explicação para o aumento de avistamento de ratos nas residências das pessoas.

    "Normalmente eles se movem silenciosamente durante a noite [mas agora] estão mais oportunistas e mais corajosos", disse.

    O especialista confirma a existência de canibalismo, relatando casos de ratos pegos em ratoeiras que acabam sendo devorados por outros.

    Steve Belmain, o principal especialista em ratos do Reino Unido, afirmou ao Mirror que, em caso de necessidade, "as mães comerão suas crias na esperança de que um dia possam se reproduzir novamente".

    "Se não houver comida suficiente para cuidar de si mesma, ela não se matará cuidando delas", acrescentou o acadêmico.

    Alguns cidadãos opinam que o fenômeno estaria igualmente relacionado com o despejo ilegal de resíduos em becos durante o isolamento social, atraindo os roedores.

    Botecos, bares, cafés e restaurantes na Irlanda do Norte e na Inglaterra reabrem hoje (4), pela primeira vez desde março, sob restritas medidas de segurança sanitária. No resto do Reino Unido, o País de Gales tomará idêntica medida em 13 de julho e a Escócia em 15 de julho.

    Mais:

    Gigante 'vespa assassina' mata rato em menos de 1 minuto com veneno poderoso (VÍDEO)
    Gato duela com rato 'ninja' na Espanha
    Cientistas de Hong Kong preocupados com novo vírus transmitido por ratos
    Tags:
    COVID-19, canibalismo, ratos, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar