07:16 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    7260
    Nos siga no

    A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, comentou os apelos dos países ocidentais para libertar o opositor russo Aleksei Navalny, condenado a três anos e seis meses de prisão nesta terça-feira (2).

    A diplomata russa criticou as declarações de países ocidentais, afirmando que não deve haver interferência nos assuntos internos de um Estado soberano.

    "Por algumas semanas, estivemos em uma situação de comentários e respostas a tais ataques e declarações. Não há necessidade de interferir nos assuntos internos de um Estado soberano. E recomendamos a todos que lidem com seus próprios problemas. Acreditem, e eu acho que vocês sabem disso, não são poucos os problemas semelhantes que existem nestes países, eles têm do que se ocupar", disse Zakharova em pronunciamento.

    Nesta terça-feira (2), um correspondente da Sputnik informou que mais de 15 funcionários de embaixadas de diferentes países, incluindo europeus, chegaram ao Tribunal de Moscou para a audiência sobre a substituição da pena suspensa de Navalny pela prisão efetiva.

    Aleksei Navalny, opositor russo, a bordo do avião em Berlim, Alemanha, antes da partida para Moscou, capital da Rússia,17 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Polina Ivanova
    Aleksei Navalny, opositor russo, a bordo do avião em Berlim, Alemanha, antes da partida para Moscou, capital da Rússia,17 de janeiro de 2021

    Zakharova afirmou que a presença de diplomatas estrangeiros no julgamento do caso Navalny é uma interferência nos assuntos internos da Rússia e uma explicitação das tentativas do Ocidente de conter a Rússia.

    Aleksei Navalny foi detido em 17 de janeiro no aeroporto de Sheremetyevo, em Moscou, assim que retornou da Alemanha, onde foi tratado por suposto envenenamento. Após a prisão, seus apoiadores realizaram protestos não autorizados pelo país no último fim de semana. Nesta terça-feira (2), o opositor russo foi condenado pelo Tribunal de Moscou a cumprir dois anos e oito meses de prisão, considerando que parte da pena de três anos e meio já foi cumprida em regime domiciliar. 

    Mais:

    Putin diz que vídeo em que Navalny o acusa de ter um palácio é tentativa de 'lavagem cerebral'
    ONG criada por Navalny pede aos EUA que sancionem 35 altos funcionários e empresários russos
    EUA criticam condenação de Navalny e pedem libertação do opositor russo
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Ministério das Relações Exteriores, chancelaria, soberania, Maria Zakharova, opositor, prisão, Aleksei Navalny
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar