14:47 21 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    6264
    Nos siga no

    Aproximadamente duas mil pessoas estão participando de uma manifestação não autorizada no centro de Moscou, informa o Ministério do Interior do país.

    "Na cidade de Moscou decorreu um ato não autorizado, do qual participaram cerca de duas mil pessoas, incluindo representantes da mídia, segundo dados das 14h30 [no horário local, 8h30 em Brasília]", diz o comunicado da Direção Principal do Ministério do Interior da Rússia em Moscou.

    Além disso, segundo as autoridades, no início do protesto a polícia deteve um homem no centro da capital russa que incitava à participação dos protestos e à violência contra agentes policiais.

    O homem, de 34 anos, foi levado à delegacia de polícia, onde confessou seus atos.

    Segundo informa o provedor da justiça à Sputnik, já foram detidas pelo menos 120 pessoas; as detenções de participantes continuam.

    Em São Petersburgo foi detido um homem suspeito de violência contra um policial, que ficou ferido.

    De acordo com vários meios de comunicação, a esposa do opositor, Yulia Navalnaya, também foi detida no decorrer do protesto.

    Além disso, foram detidos cerca de 60 jornalistas por todo o país, disse o presidente da União de Jornalistas da Rússia, Vladimir Solovyov à Sputnik.

    Neste domingo (31), o Ministério da Segurança Pública da região de Sverdlovsk declarou que, segundo dados preliminares, na cidade de Ekaterinburgo foram detidas 32 pessoas que participavam da ação não autorizada.

    Já nas principais cidades da Sibéria e do Extremo Oriente do país, os protestos não autorizados já terminaram.

    Em algumas cidades, vários participantes foram detidos pela polícia, em outras poucos ou mesmo ninguém chegou a participar, relatam correspondentes da Sputnik.

    Mais:

    Ação não autorizada em apoio ao opositor russo Navalny decorre em Moscou e outras cidades da Rússia
    Putin diz que vídeo em que Navalny o acusa de ter um palácio é tentativa de 'lavagem cerebral'
    Tribunal russo decide que prisão de Navalny por 30 dias foi legal
    Tags:
    Rússia, opositor, Aleksei Navalny, Moscou, manifestação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar