21:16 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    3791
    Nos siga no

    Navio quebra-gelo Arktika, a maior e mais potente embarcação de seu tipo, foi admitido hoje (21) à frota de navios nucleares da empresa Rosatomflot.

    Em cerimônia realizada hoje na cidade de Murmansk, a bandeira da Rússia foi hasteada a bordo do Arktika, do projeto 22220, na presença do premiê russo, Mikhail Mishustin.

    Com comprimento de 173,3 metros e 34 metros de largura, a embarcação, com deslocamento de 33,5 mil toneladas, chegou ao porto de Murmansk ainda na semana passada após realização de testes.

    Hoje, foi assinada a ata de entrega pelo diretor-geral da empresa Rosatomflot (pertencente à Corporação Estatal de Energia Nuclear da Rússia, Rosatom), Mustafa Kashka, e Aleksei Kadilov, diretor-geral do estaleiro Baltiysky Zavod.

    Navios superpotentes

    Os navios quebra-gelo nucleares do projeto 22220 são os maiores e mais potentes do mundo, em sua categoria.

    Necessários para garantir a liderança da Rússia no Ártico, tais navios são capazes de quebrar camadas de gelo de até três metros de espessura.

    Tais embarcações vão abrir passagem para navios de transporte de petróleo e gás proveniente das jazidas das penínsulas russas de Yamal e Gydansk, assim como do mar de Karsk, em direção aos mercados dos países asiáticos e do Pacífico.

    Mais:

    Míssil quebra-gelo de submarinos russos pode abrir buraco no Polo Norte
    França realiza com sucesso 1º lançamento de míssil de cruzeiro a partir de submarino
    De ações militares a sanções: Rússia revela como OTAN tenta limitar sua atividade no Ártico
    Tags:
    Rússia, Rosatom, Rosatomflot, navio, quebra-gelo, Arktika
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar