08:58 03 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    18743
    Nos siga no

    Após o processamento de 1% dos votos, 74,18% dos eleitores se mostraram a favor das emendas constitucionais e 24,69% votaram contra, segundo dados preliminares da Comissão Eleitoral Central da Rússia.

    A Comissão Eleitoral Central começou a publicar os primeiros dados das votações realizadas nas regiões mais orientais da Rússia, onde já foi iniciada a contagem de votos.

    Após verificação de 5,45% dos votos no distrito autônomo de Chukotka, 83,09% dos eleitores votaram a favor e 15,75% correspondem a votos contrários. Na região de Sacalina foram verificados 27,62% dos votos, sendo 74,02% a favor e 24,66% contra às emendas constitucionais.

    Na região de Khabarovsk, após apuração de 8,67% dos votos, 71,87% foram a favor e 26,78% foram contra. A república de Yakútia, após contagem de 11,71% dos votos, apresentou 65,35% de votos favoráveis às emendas constitucionais contra 33,04% de votos contrários.

    Na terça-feira (30), nas regiões de Moscou e de Nizhny Novgorod concluiu-se a votação eletrônica, que começou no dia 25 de junho e que contou com participação de 93,02% dos inscritos.

    Principais alterações

    As alterações na Constituição têm a ver com a organização política da Rússia. Em particular, Vladimir Putin pediu ao tribunal para analisar a possibilidade de o presidente em exercício poder participar de novas eleições presidenciais, assim como existência de condições para tal fato.

    Sendo assim, o presidente eleito que estiver no cargo poderá participar de mais duas eleições, não permitindo uma terceira eleição consecutiva. Ou seja, só poderá ser presidente duas vezes em seguida.

    Além disso, presidente irá escolher os principais agentes de segurança do país após consultar o Conselho da Federação. Por sua vez, outros cargos poderão ser designados pelo primeiro-ministro em conjunto com a Duma de Estado (Parlamento russo).

    Da mesma forma, os procuradores da Rússia serão também designados pelo presidente, e os altos cargos da Justiça do país poderão ter sua demissão iniciada pelo mesmo.

    Ligação com a história do país

    Os valores, como a memória dos antepassados, que passaram ideais e a fé em Deus, também serão escritos, assim como a ligação do país com sua história milenar.

    O povo russo será considerado a nação formadora de um Estado posto em uma união multinacional baseada na igualdade dos povos.

    Mais:

    Putin não descarta concorrer à presidência se emendas na Constituição forem aprovadas
    Senador russo critica Washington Post por distorcer entrevista sobre emendas à Constituição russa
    Aprovadas emendas na Constituição russa que permitem a Putin participar de novas eleições
    Tags:
    presidente russo, política, eleições, Vladimir Putin, Constituição, emendas constitucionais, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar