01:27 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    8353
    Nos siga no

    Presidente russo Vladimir Putin não exclui a possibilidade de concorrer à presidência se as alterações constitucionais forem aprovadas. "Veremos", disse ele em entrevista ao canal de TV russo Rossiya 1.

    "Não descarto esta possibilidade, se a Constituição o permitir, a oportunidade de concorrer. Logo se verá", afirmou Putin.

    No entanto, o presidente russo sublinhou: "Para mim, ainda não decidi nada".

    Ao comentar uma emenda à Constituição que lhe permite voltar a concorrer às eleições, Putin referiu que "se isso não acontecer, daqui a dois anos, sei por experiência própria, em vez do trabalho normal, em muitos níveis de governo vão começar impacientemente à procura de possíveis sucessores".

    "Devemos trabalhar e não estar à procura de sucessores", acrescentou.

    Em geral, as alterações concernem à organização política do país. Em especial, Vladimir Putin pediu ao tribunal análise da possibilidade do presidente em exercício participar de novas eleições presidenciais, assim como condições para tal fato.

    Também o presidente irá escolher os principais agentes de segurança do país após consultar o Conselho da Federação, enquanto outros cargos poderão ser designados pelo premiê em conjunto com a Duma de Estado.

    De igual forma os procuradores do país também serão designados pelo presidente, enquanto os altos cargos da Justiça russa poderão ter sua demissão iniciada pelo mesmo.

    Os valores como a memória dos antepassados, que passaram ideais e a fé em Deus, também serão escritas, assim como a ligação do país com sua história milenar.

    Mais:

    Putin: quando países criarem armas hipersônicas, Rússia já terá meio de combatê-las
    Bolsonaro diz ter dialogado com Putin sobre BRICS e luta contra COVID-19
    Patriotismo, amor pela família e lições: NI publica artigo de Putin sobre 2ª Guerra Mundial
    Tags:
    presidente russo, eleições, política, Rússia, emendas constitucionais, Constituição, Vladimir Putin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar