15:28 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    251
    Nos siga no

    A vice-primeira-ministra russa Tatiana Golikova informou que a Rússia restringirá a comunicação aérea com a Coreia do Sul a partir de 1º de março por conta do coronavírus.

    De acordo com ela, serão feitas exceções apenas para voos das companhias aéreas Aeroflot e Aurora.

    "Estenderemos até 1º de abril todas as restrições que estavam em vigor até 1º de março, os documentos regulatórios relevantes serão introduzidos amanhã pelas autoridades executivas federais responsáveis e apresentados para assinatura pelo primeiro-ministro", acrescentou Golikova.

    Voluntários desinfectam estação ferroviária em meio a surto do novo coronavírus, em Changsha, província de Hunan, China, 4 de fevereiro de 2020
    © REUTERS / Stringer
    Voluntários desinfectam estação ferroviária em meio a surto do novo coronavírus, em Changsha, província de Hunan, China, 4 de fevereiro de 2020
    Anteriormente, as autoridades russas havia recomendado não viajar para a Coreia do Sul, Itália e o Irã, onde nos últimos dias houve um aumento acentuado no número de pacientes com coronavírus.

    Segundo os dados mais recentes, o número de pessoas infectadas pelo coronavírus na Coreia do Sul ultrapassou 1.200, sendo que houve 12 mortes.

    A doença causada pelo coronavírus, a COVID-19, já atingiu mais de 80 mil pessoas e matou mais de 2.700 em menos de três meses.

    Mais:

    Exportações de carne do Brasil dispararam apesar de coronavírus e preço da ração, diz analista
    EUA vão usar coronavírus para pressionar Irã, diz alto responsável iraniano
    Livro escrito há 40 anos 'previu' coronavírus vindo de Wuhan
    Tags:
    Rússia, COVID-19, novo coronavírus, Coreia do Sul, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar