08:09 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    853
    Nos siga no

    Os EUA planejam realizar testes com dois tipos de mísseis de médio alcance antes banidos pelo Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), acordo entre americanos e russos que terminou em agosto deste ano. 

    Segundo o comandante da Força Estratégica de Mísseis da Rússia, general Sergei Karakaev, os testes devem acontecer até o final de 2019. 

    Na semana passada, os EUA testaram com sucesso na Califórnia um míssil balístico de alcance intermediário proibido pelo acordo INF. Segundo o Departamento de Defesa, o projétil voou mais de 498 quilômetros antes de cair no oceano. 

    A chancelaria russa classificou a ação como preocupante. Os testes significariam que os EUA estariam desenvolvendo os mísseis mesmo antes do encerramento do Tratado. 

    Mísseis têm mais de 1.000 e 3.000 quilômetros de alcance

    "Antes do fim de 2019, os Estados Unidos planejam testar dois novos mísseis terrestres de alcance intermediário: um míssil de cruzeiro com alcance de mais de 1.000 quilômetros e outro com alcance de mais de 3.000 quilômetros. Além disso, os drones de ataque podem ser classificados como armas de ataque de curto e médio alcance. E também hoje ninguém pode fornecer garantias de que esses complexos não são equipados com armas nucleares", disse Karakaev, segundo publicado pelo jornal Krasnaya Zvezda. 

    O INF, assinado pelos EUA e a União Soviética em 1987, foi encerrado em 2 de agosto de 2019, por iniciativa americana, após Washington suspender suas obrigações com o acordo seis meses antes e Moscou também deixar o tratado. A Rússia nega as acusações dos Estados Unidos de que teria violado o INF durante o período em que esteve válido. 

    Mais:

    Como a Rússia pode responder à saída dos EUA do Tratado INF? Analista explica
    China: declarações do Pentágono provam que EUA desenvolveram mísseis antes de sair do INF
    Corrida armamentista? Confira os avanços tecnológicos da Rússia em 2019 após fim do Tratado INF
    Tags:
    nuclear, EUA, Rússia, exército, armas, tratado, INF, mísseis
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar