11:45 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    9372
    Nos siga no

    A Rússia está pronta para trabalhar com a OTAN, apesar da forte presença da aliança perto de suas fronteiras e das reivindicações infundadas de uma ameaça russa, mas todas as propostas de Moscou estão caindo em ouvidos surdos, alertou o ministro da Defesa, Sergei Shoigu.

    "Tudo não é apenas interrompido, mas vai se degradando a cada ano", afirmou Shoigu à emissora Rossiya 1 quando perguntado sobre o estado atual das relações Rússia-OTAN.

    Havia "cooperação bastante ativa" entre a Rússia e o bloco apenas cinco anos atrás, mas "agora nossos parceiros, junto com os EUA, é claro, estão se retirando da maioria dos acordos. O espaço de segurança está ficando cada vez mais estreito", ressaltou.

    A OTAN está relutante em trabalhar com a Rússia, mesmo em uma questão tão premente como combater o terrorismo na Síria, disse o ministro.

    "Continuamos dizendo que faremos tudo mais rápido e mais eficaz juntos. Mas tudo em que concordamos é evitar algum tipo de incidente entre nossa aviação e a aviação da coalizão", destacou.

    O novo embaixador da Rússia no Reino Unido, Andrei Kelin, abordou recentemente os laços do país com a OTAN, dizendo que o bloco militar liderado pelos EUA tem "muita inércia em seu trabalho [...] Ele segue as linhas que foram designadas anos atrás".

    A Guerra Fria terminou décadas atrás, mas de alguma forma a OTAN "continua trabalhando contra nós em um clima de confronto", prosseguiu ele, em entrevista à RT.

    "O confronto é perigoso e mais e mais dinheiro está sendo alocado para a chamada defesa, mas, de fato, tudo isso é para o acúmulo de armamentos ao longo de nossas fronteiras - isso não traz calma e isso é ruim para a segurança europeia", completou Kelin.

    Mais:

    Cúpula da OTAN em Londres: tudo que aconteceu na frente e por trás das câmeras
    Macron retira suas palavras sobre 'morte cerebral' da OTAN, diz Trump
    Macron busca substituir Trump como líder da OTAN, afirma analista
    Tags:
    Guerra Fria, terrorismo, ameaça russa, russofobia, diplomacia, Sergei Shoigu, OTAN, Europa, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar