04:03 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Manifestação em Moscou, 10 de agosto de 2019

    Mais de 130 pessoas foram detidas depois da manifestação no centro de Moscou

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Rússia
    URL curta
    12114

    A polícia de Moscou informou ter detido 136 pessoas depois da manifestação realizada no centro de Moscou neste sábado.

    Esta semana, o governo de Moscou liberou a realização de duas manifestações nos dias 10 e 11 de agosto na Avenida Acadêmico Sakharov, com previsão estimada de até 100 mil pessoas em cada evento.

    Segundo os dados da polícia, cerca de 20 mil pessoas compareceram ao ato. Já os organizadores do protesto informaram a presença de 50 mil manifestantes. No final do dia, os organizadores dos protestos cancelaram o ato de domingo.

    "Um total de 136 pessoas foram detidas após cometerem ofensas durante uma manifestação descoordenada no centro de Moscou", declarou a polícia.

    Os protestos estão sendo realizados desde meados do mês de julho na capital russa. Os atos foram convocados por políticos da oposição, a quem foi negado o registro nas eleições para a câmara legislativa de Moscou, agendada para o dia 8 de setembro.

    As manifestações anteriores não foram autorizadas pelas autoridades de Moscou e os protestos resultaram na detenção de centenas de manifestantes. A maioria foi libertada. Alguns dos organizadores dos protestos, no entanto, devem permanecer presos até o final de setembro.

    Mais:

    Cerca de 600 pessoas são detidas em manifestação não autorizada em Moscou
    Manifestantes saem à rua em Moscou em ação não autorizada (VÍDEO)
    Tags:
    Polícia, manifestação, Rússia, Moscou, oposição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar