01:54 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestação autorizada em Moscou, 10 de agosto 2019

    Moscovitas saem às ruas para participar de manifestação

    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Rússia
    URL curta
    7121
    Nos siga no

    Milhares de pessoas participaram da ação de protesto na capital russa convocada por políticos a quem foi negado o registro nas eleições para a câmara legislativa de Moscou.

    Cerca de 20 mil pessoas participaram de uma manifestação de protesto autorizada no centro de Moscou, informa o serviço de imprensa do Ministério do Interior da cidade.

    Destaca-se que não foram registradas quaisquer perturbações da ordem pública. Os manifestantes começaram a deixar o local por volta das 16h (10h no horário de Brasília).

    As autoridades da capital autorizaram a realização de duas ações de protesto nos dias 10 e 11 de agosto na Avenida Sakharov, situada no centro da cidade, com até 100 mil participantes em cada ato. Porém, os organizadores abandonaram a ideia de realizar a segunda manifestação no dia 11.

    "Como foi afirmado anteriormente pelo departamento, a realização das manifestações no dia 10 de agosto está autorizado na avenida Sakharov. Ao mesmo tempo, de acordo com as informações obtidas pelas forças da ordem pública, têm sido divulgados apelos nas redes sociais sobre atividades não autorizadas e preparação de provocações durante a realização do evento autorizado", informou o Departamento de Segurança Regional e Combate à Corrupção de Moscou aos jornalistas.

    As manifestações foram convocadas devido a alguns candidatos terem sido excluídos das próximas eleições legislativas municipais.

    Manifestações anteriores 

    Nas últimas semanas já foram levados a cabo dois protestos que não tinham sido autorizados pelas autoridades municipais de Moscou.

    Nesses dias, a polícia deteve cerca de 1.700 pessoas por diferentes tipos de infrações à lei. O Comité de Investigação abriu diversos inquéritos relativos a distúrbios massivos e ataques contra as autoridades.

    Tags:
    oposição, manifestações, protestos, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar