21:07 15 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Premiê britânica Theresa May posa ao lado do presidente russo Vladimir Putin no G20, que acontece no Japão

    Putin concorda em reunião multilateral com líder da Ucrânia, mas ironiza nomes propostos

    © REUTERS / REUTERS
    Rússia
    URL curta
    5230

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ofereceu uma aprovação irônica para um encontro multilateral proposto com seu colega ucraniano Vladimir Zelensky, mas questionou sua escolha da primeira-ministra britânica Theresa May como participante.

    Na segunda-feira, o gabinete de Zelensky divulgou um vídeo para Putin, no qual ele afirmou que os dois líderes precisavam conversar pessoalmente.

    "Não mudamos nem rejeitamos nenhum formato diplomático. Nós sugerimos conversar. Precisamos ter uma conversa, não é?", declarou Zelensky.

    Putin, que foi convidado para dar uma resposta durante uma conferência de imprensa nesta quinta-feira, concordou que uma reunião com Zelensky "pode ser interessante", mas criticou o presidente ucraniano sobre a lista de participantes propostos.

    Zelensky quer que os líderes dos EUA, do Reino Unido, da Alemanha e da França o acompanhem durante as conversas com Putin, e se refere a todos eles pelo nome.

    Vladimir Zelensky, vencedor das eleições presidenciais ucranianas
    © REUTERS / Valentyn Ogirenko
    Vladimir Zelensky, vencedor das eleições presidenciais ucranianas

    O líder russo declarou que a inclusão da primeira-ministra britânica Theresa May parecia estranha para ele.

    "Até onde sei, em algumas semanas ela se demite do gabinete de primeiro-ministro da Grã-Bretanha. Em que capacidade ela está sendo convidada para a reunião? Não está claro. Ela chegou a concordar ou não?", comentou Putin.

    O presidente russo avaliou que tais detalhes devem ser trabalhados antes que ele e Zelensky possam ter uma reunião produtiva. Ele espera que uma cúpula russa-ucraniana de alto nível só seja possível após as eleições legislativas acontecerem na Ucrânia no final deste mês, e a nova legislatura nomear um novo governo.

    Nos últimos meses, Putin e Zelensky vêm trocando farpas retóricas pela mídia. E o presidente da Ucrânia parece cada vez mais caminhar para um alinhamento com o Ocidente.

    Mais:

    Kremlin: Putin elogiará Zelensky se ele acabar com guerra e restaurar laços com a Rússia
    Pesquisa vem aí: Zelensky quer ouvir opinião dos ucranianos sobre negociações com a Rússia
    Merkel e Zelensky defendem implementação dos Acordos de Minsk, afirma Berlim
    Tags:
    cúpula, diplomacia, relações bilaterais, Vladimir Zelensky, Vladimir Putin, Ucrânia, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar