12:24 20 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    6110
    Nos siga no

    O Reino Unido rejeitou um pedido de visto de um diplomata do Ministério das Relações Exteriores da Rússia que planejava viajar ao país para participar da Conferência Global pela Liberdade de Imprensa.

    Apesar disso, o diplomata foi oficialmente convidado e credenciado por Londres. A informação foi divulgada por um porta-voz da embaixada russa no Reino Unido nesta quarta-feira (10).

    O porta-voz acrescentou que tais incidentes ocorreram anteriormente nas relações com os Estados Unidos, que negaram vistos a autoridades russas que viajavam para participar dos eventos da Organização das Nações Unidas (ONU).

    "Agora esta prática foi aparentemente adotada por Londres - tal fenômeno inesperado expõe a reaproximação entre Reino Unido e EUA em meio ao Brexit. Lamentamos muito ver como a retórica sobre a 'Grã-Bretanha global' e o 'Estado de Direito' na prática traz mais e mais brechas no direito internacional e nas normas comumente aceitas na interação diplomática", acrescentou o porta-voz.

    O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido normalmente não faz comentários sobre pedidos de visto rejeitados.

    Anteriormente, a Conferência Global pela Liberdade de Imprensa, foi criticada por órgãos internacionais de imprensa por negar credenciamento para as mídias russas RT e Sputnik. O evento teve início nesta quarta-feira (10) e termina na quinta-feira (11).

    Mais:

    Conferência sobre liberdade de imprensa nega credencial ao correspondente da Sputnik
    Kremlin critica Conferência sobre Liberdade de Imprensa por negar credenciamento à Sputnik e RT
    Pseudoconferência sobre liberdade de imprensa
    Entidade internacional de imprensa critica Reino Unido por barrar agências russas
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Rússia, Grã-Bretanha, Reino Unido, Londres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar