21:44 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 34
    Nos siga no

    Dezenas de pessoas foram mortas em ataques coordenados na cidade de Palma, em Moçambique, conforme informou o governo moçambicano neste domingo (28).

    "Na última quarta-feira [24], um grupo de terroristas entrou em Palma e lançou ações que resultaram no assassinato covarde de dezenas de pessoas indefesas", afirmou em coletiva de imprensa o ministro da Defesa, Omar Saranga, citado pela AFP.

    O número de vítimas dos confrontos ainda é incerto, mas sabe-se que há cidadãos estrangeiros entre elas. Há confirmação da morte de um cidadão sul-africano, segundo a agência.

    No último sábado (27), jihadistas tomaram o controle de boa parte do território da cidade, localizada no nordeste do país, na província de Cabo Delgado, após um cerco de três dias que forçou a evacuação de milhares de pessoas para a capital da região, Pemba.

    Cerca de 300 militantes, de acordo com o Estadão, teriam invadido a cidade, colocando em risco um projeto de gás natural liquefeito da empresa francesa Total, avaliado em dezenas de bilhões de dólares, junto com outras companhias. 

    ​Além dos mortos, há relatos de dezenas de feridos e desaparecidos. Grupos de defesa dos direitos humanos relataram que os terroristas estariam atirando indiscriminadamente em civis nas ruas e também em suas casas.

    Há expectativas de que novos grupos de refugiados cheguem a Pemba nesta segunda-feira (29). Autoridades do aeroporto da cidade disseram, segundo a AFP, que voos de ajuda humanitária foram suspensos para liberar o espaço para operações militares.

    O ataque a Palma é o mais próximo até agora do projeto de gás ao longo de mais de três anos de insurgência islâmica no norte de Moçambique. Desde o final de 2017, extremistas têm invadido vilas e cidades da região, forçando cerca 700.000 pessoas a abandonar suas casas.

    Mais:

    Em Moçambique, mineradora Vale é condenada a indenizar camponeses
    'Osso duro de roer': granada de RPG fica presa em blindagem de veículo em Moçambique (VÍDEO)
    EUA ajudam Moçambique a combater expansão de possível grupo filiado ao Daesh, diz mídia americana
    Tags:
    gás, Total, terroristas, jihadistas, ataque, Palma, Moçambique
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar