04:35 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    101443
    Nos siga no

    Durante uma conversa telefônica na terça-feira (23) envolvendo diversos temas regionais, Washington se mostrou contrário à compra de Cairo de caças russos Su-35.

    Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA, falou por telefone com seu homólogo egípcio Sameh Shoukry, a quem manifestou preocupação pela possível compra de caças russos, disse Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado norte-americano.

    "O secretário manifestou preocupação [...] pela possível compra do Egito de caças russos Su-35", relatou Price, citado pela Casa Branca na terça-feira (23).

    Os altos funcionários dos dois países falaram sobre relações bilaterais durante a conversa. Além disso, Blinken e Shoukry discutiram direitos humanos, o apoio às negociações de paz apoiadas pela ONU na Líbia, o processo de paz no Oriente Médio, bem como a cooperação antiterrorista na área da península do Sinai.

    O Egito é um dos compradores mais ativos do armamento russo. Em março de 2019, o jornal Kommersant comunicou, citando fontes, que a Rússia e o Egito fecharam acordo de venda de caças Su-35 avaliados em US$ 2 bilhões (R$ 10 bilhões, segundo a cotação atual).

    O Su-35 é um caça multifuncional de geração 4++, sendo o último caça concebido à base da plataforma T-10C, em que foi baseada a família de caças Su-27/Su-30 e suas modificações.

    Mais:

    Países querem 'caos controlado' no Oriente Médio para atingir fins geopolíticos, diz diplomata russo
    Su-35 recebe 'coroa' de melhor caça na luta contra F-15 dos EUA, escreve National Interest
    'Pássaro de guerra versátil': revista dos EUA avalia caça russo supermanobrável Su-35
    Se Israel bloquear venda de F-35 aos Emirados, Abu Dhabi pode encomendar Su-57 russos, diz mídia
    Egito demonstra grande interesse pela vacina russa contra COVID-19
    Tags:
    Oriente Médio, Líbia, ONU, Sameh Shoukry, Su-35, Departamento de Estado dos EUA, Departamento de Estado, porta-voz, secretário de Estado, Antony Blinken, Egito, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar