20:46 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)
    150
    Nos siga no

    As autoridades da África do Sul pediram que o Instituto Serum da Índia pegasse de volta um milhão de doses da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford, escreve The Economic Times, citando fontes administrativas.

    A decisão foi tomada pelas autoridades sul-africanas após cientistas anunciarem a baixa eficácia do medicamento da AstraZeneca para combater a variante sul-africana 501Y.V2.

    O primeiro lote da vacina foi enviado à África do Sul no início de fevereiro. O Instituto Serum da Índia é um parceiro da farmacêutica AstraZeneca no fornecimento de vacinas a países com baixa e média rendas.

    Anteriormente, veio à tona a decisão da África do Sul de interromper a vacinação com a vacina da AstraZeneca. Em vez dela, será utilizada a vacina da empresa Johnson & Johnson.

    O especialista da OMS, Alejandro Cravioto, declarou, citado pelo site da ONU, que a vacina da AstraZeneca é recomendada para uso nos países onde novas cepas do coronavírus foram encontradas. Uma equipe de especialistas estudou capacidades da vacina contra cepa britânica, bem como contra a mutação sul-africana. A análise preliminar realizada com a cepa 501Y.V2 demonstrou redução da eficácia da vacina contra o coronavírus em casos leves e médios, e também "uma redução na produção de anticorpos".

    A cepa 501.V2 do SARS-CoV-2 foi encontrada pela primeira vez na África do Sul em outubro do ano passado. Agora, a variante predomina na nação africana, sendo até mesmo mais contagiosa, segundo dados preliminares.

    Tema:
    Pandemia da COVID-19 no mundo em meados de fevereiro de 2021 (110)

    Mais:

    Brasil registra caso de reinfecção com variante da COVID-19 encontrada na África do Sul
    Impala escapa de ataque feroz de crocodilo mas é devorada por leopardo na África do Sul
    Daesh está se fortalecendo e pode avançar para sul da África, alerta embaixador russo na ONU
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, vacina, vacinação, África do Sul, África
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar