09:07 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5143
    Nos siga no

    O Irã nega as acusações do presidente norte-americano, Donald Trump, de envolvimento iraniano no ataque à Embaixada dos EUA em Bagdá.

    Na quinta-feira (24), o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Saeed Khatibzadeh, afirmou que as acusações do presidente norte-americano, Donald Trump, de responsabilidade iraniana pelos ataques em Bagdá são infundadas.

    "Como já foi declarado inúmeras vezes, o Irã nega ataques a instalações diplomáticas e residenciais", declarou Khatibzadeh, chamando as acusações de "infundadas e falsas" e acusando os Estados Unidos e aliados norte-americanos de provocação.

    O porta-voz do MRE iraniano aconselhou Donald Trump a parar de fomentar a tensão e "aventureirismo perigoso em seus últimos dias na Casa Branca", e a "procurar justificativas para suas intrigas em cenários mais plausíveis".

    Os Estados Unidos serão responsáveis pelas consequências de quaisquer "ações irracionais", de acordo com o porta-voz da chancelaria do Irã.

    No domingo (20), a Zona Verde da capital iraquiana, Bagdá, onde estão localizados edifícios governamentais e embaixadas estrangeiras, foi atingida por vários foguetes. A Embaixada dos EUA relatou danos insignificantes no território de sua missão diplomática.

    Na quarta-feira (23), o presidente dos EUA, Donald Trump, sugeriu que o Irã seja o responsável pelos ataques em Bagdá. Além disso, Trump advertiu que pretende responsabilizar o Irã se algum cidadão norte-americano for morto em qualquer novo ataque no Iraque.

    Mais:

    Hezbollah sugere que Soleimani foi morto por ter poder para conter EUA
    EUA pensariam em retirar funcionários de embaixada em Bagdá um ano após assassinato de Soleimani
    Submarino nuclear dos EUA entra no estreito de Ormuz no dia seguinte ao ataque a Bagdá (VÍDEO)
    Pompeo: 'Forças apoiadas pelo Irã estão por trás do ataque mais recente à Zona Verde em Bagdá'
    Tags:
    Bagdá, Iraque, ataque, Embaixada, Donald Trump, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar