22:49 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1122
    Nos siga no

    A Síria realiza neste domingo (19) as terceiras eleições legislativas desde o início da guerra que devastou o país nos últimos anos, tendo como pano de fundo ganhos militares significativos na luta contra os militantes, mas também uma profunda crise econômica.

    As eleições parlamentares da Síria ocorrem a cada quatro anos. A última votação, realizada em 2016, resultou na conquista de 200 dos 250 assentos na legislatura unicameral pela aliança liderada pelo Partido Socialista Árabe Baath, do presidente Bashar Assad. 

    O pleito deste ano foi inicialmente previsto para abril, mas foi adiado para maio e, depois, para julho, devido a temores sobre o avanço do surto do novo coronavírus no país.

    Apesar das inúmeras vitórias obtidas pelo Exército Sírio, apoiado pela Rússia em sua luta contra o terrorismo, a segurança continua sendo uma das principais preocupações dos eleitores do país.

    "É importante libertar o resto das terras — Idlib e nordeste da Síria — que estão ocupadas pela Turquia e pelos EUA, trabalhar para a reconciliação entre os sírios e restaurar a paz e a calma na pátria, pois segurança e proteção são necessidades básicas", disse Nidal Hmeidi, membro do parlamento sírio, em declarações à Sputnik.

    ​Os anos de guerra civil, iniciada em 2011, tiveram um impacto gigantesco sobre a economia síria, que também pagou um preço alto por uma série de sanções internacionais adotadas contra o país, tornando ainda mais complicada a vida de milhões de cidadãos afetados pelos conflitos.

    "As questões mais consideráveis para as pessoas são as relacionadas a aposentadorias e necessidades diárias, como alimentos e serviços, à medida que as pessoas retornam à vida normal e a suas casas", afirmou Hmeidi.

    Mais:

    Explosão de carro-bomba no norte da Síria mata pelo menos 8 pessoas (VÍDEO)
    Sistemas de defesa antiaérea russa repelem ataques à base de Hmeymim na Síria
    Soldados ficam feridos após atentado terrorista contra patrulha russo-turca na Síria
    Tags:
    crise, democracia, guerra, economia, Bashar Assad, Oriente Médio, votos, votação, pleito, eleições, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar