17:13 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7614
    Nos siga no

    Pelo menos um adolescente morreu e outro civil sírio ficou ferido durante conflito entre locais e militares dos EUA a leste da cidade síria de Qamishli, após tropas de Damasco pararem comboio americano.

    Um comboio com pelo menos quatro veículos blindados americanos foi impedido de continuar sua marcha por tropas do Exército sírio em um vilarejo ao leste da cidade de Qamishli.

    Além dos militares sírios, os locais também tentaram impedir a livre circulação dos veículos americanos, o que deu origem ao conflito.

    "Um posto do Exército sírio na área [da província de Al-Hasakah] na manhã desta quarta [12 de fevereiro] parou quatro veículos da ocupação americana quando estes tentavam cruzar a estrada de Al-Suwais – Alaia – Khirbet Amo, a leste da cidade de Qamishli. Centenas de moradores dos vilarejos de Khirbet Amo e Hamou se reuniram próximo ao posto para impedir que os veículos da ocupação americana o cruzassem e os forçar a voltar para o local de sua origem", informou um repórter da agência estatal síria SANA.

    Ainda de acordo com o repórter, os soldados americanos abriram fogo com munições reais, assim como lançaram bombas de fumaça contra os locais.

    Como resultado, um adolescente de 14 anos morreu, enquanto outro civil ficou ferido.

    Por sua vez, os civis utilizaram pedras para atacar os blindados americanos, gerando danos nos veículos. Parte da ação é vista no vídeo abaixo.

    Uma aeronave militar, supostamente americana, foi avistada pelos presentes sobrevoando o local, como é possível ver em uma publicação feita no Twitter.

    Um dos aviões F-15 da Força Aérea dos EUA, corrija-me se estiver errado, fez uma demonstração de força voando baixo e lançando flares [dispositivos pirotécnicos para defesa do avião].

    Presença militar dos EUA

    Há anos que Washington mantém tropas no território da Síria, o que tem sido fonte de críticas tanto por Damasco quanto por Moscou.

    Apesar de o presidente americano, Donald Trump, ter expressado interesse em remover suas tropas do país árabe no ano passado, os militares norte-americanos continuam no país, tendo neste ano já sido reportada a construção de novas bases dos EUA na área.

    Mais:

    Exército turco perdeu 14 militares e 45 foram feridos em ataques de forças sírias, diz Erdogan
    'Tanque voador': Mi-24 resiste a impacto de canhão antiaéreo de 57 mm na Síria (FOTO)
    Cinco soldados turcos foram mortos em ataque a posto de observação na Síria, diz ministério turco
    Tags:
    comboio, Pedras, adolescente, conflito, civis, Síria, EUA, guerra síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar