17:02 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8221
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa da Turquia anunciou que cinco de seus soldados morreram na província de Idlib, na Síria, após ataque a posto de observação.

    Representantes oficiais da Turquia afirmaram que o posto de observação foi atacado por forças do governo sírio e prometeram responder, reportou o canal local NTV. 

    De acordo com o canal, os militares turcos abriram fogo em resposta aos ataques.

    O posto atacado fica na região de Taftanaz, no noroeste de Idlib, aonde a Turquia enviou recentemente reforços militares em resposta aos avanços das Forças Armadas da Síria, reportou a Reuters.

    Durante a semana, a Turquia havia enviado centenas de tanques e tropas para a província síria.

    "Houve uma quantidade relevante de tropas equipamentos militares enviados à província síria de Idlib nas últimas semanas", disse o funcionário oficial.

    Poucas horas depois, o Ministério da Defesa da Turquia emitiu um comunicado nesta segunda-feira (10) informando que o país atacou 115 alvos do governo sírio, destruindo 101 deles, incluindo um helicóptero. A ação foi uma retaliação aos ataques contra os postos de observação turcos.

    "Até agora, 115 alvos do regime [sírio] foram imediatamente atingidos e 101 elementos do regime foram neutralizados de acordo com informações iniciais de várias fontes. Constatou-se que três tanques e um helicóptero foram atingidos. A operação continua", disse o Ministério da Defesa da Turquia.

    Durante o fim de semana, fonte no governo turco havia dito que "todas as opções" estavam "sobre a mesa" para conter o avanço do governo sírio no território.

    Há exatamente uma semana, oito cidadãos turcos morreram após suposto ataque do governo sírio contra um posto de observação da Turquia em Idlib. O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que 76 militares sírios morreram em consequência da retaliação turca.

    Membro do exército sírio dirige em vilarejos retomados ao sudeste da província de Idlib, em 25 de janeiro de 2020
    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Membro do exército sírio dirige em vilarejos retomados ao sudeste da província de Idlib, em 25 de janeiro de 2020

    Ao longo da semana, canal estatal sírio anunciou a retomada de diversos vilarejos pelo governo de Damasco, inclusive a cidade de Saraqeb, de 30.000 habitantes.

    Comandante da insurgência relatou à Reuters que grupos contrários ao governo iniciaram uma operação contra o Exército da Síria, nesta segunda-feira (10), próximo à Saraqeb, com apoio da artilharia turca.

    Testemunhas reportaram à agência de notícias a ocorrência de ataques turcos contra posições sírias na região.

    Nas últimas semanas, o governo sírio lançou uma nova ofensiva para retomar o controle da província síria de Idlib.

    O objetivo das Forças Armadas da Síria é retomar o controle da rodovia M5, que liga Damasco a Aleppo. A M5 é considerada de alta importância estratégica.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar