20:57 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5112
    Nos siga no

    O Boeing 737-800 foi abatido por dois mísseis terra-ar Tor-M1 de curto alcance, informou um relatório preliminar da Organização de Aviação Civil Iraniana.

    De acordo com o documento, os projéteis que atingiram a aeronave da Ukraine International Airlines, que tinha acabado de decolar de Teerã (Irã) em direção a Kiev (Ucrânia), foram lançados a partir do norte.

    O avião desapareceu das telas de radar de vigilância três minutos após a decolagem, iniciada às 06h12 (12h12 no horário de Brasília) do dia 8 de janeiro.

    Após o impacto dos mísseis, a aeronave começou a perder altitude rapidamente, sobre uma área residencial. Quando atingiu um obstáculo em um parque local, o Boeing bateu no chão e deslizou por um campo de futebol, por uma plantação e por jardins até ser completamente destruído.

    Sistemas de mísseis Tor-M1 de curto alcance
    © AP Photo
    Sistemas de mísseis Tor-M1 de curto alcance

    A Bloomberg comunicou que o documento também indicava que Teerã não dispõe de tecnologia para decodificar o gravador de voz da cabine do avião e o gravador de dados de voo, e que o país persa solicitou o equipamento necessário a agências da França e dos EUA, que acabaram rejeitando o pedido.

    Mais:

    VÍDEO mostra que 2 mísseis atingiram avião ucraniano
    Autoridade iraniana revela existência de 2º avião no céu ao ser abatido Boeing ucraniano
    General iraniano lamenta queda de aeronave ucraniana: 'Desejaria estar dentro daquele avião'
    Tags:
    Tor-M2, acidente aéreo, avião abatido, Boeing 737-800, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar