22:33 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em encontro com o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu

    Rússia: operação turca na Síria aumenta ameaça terrorista global

    © AP Photo / Serviço de imprensa presidencial
    Oriente Médio e África
    URL curta
    381
    Nos siga no

    Prisões de terroristas estrangeiros ficaram desprotegidas em função da operação militar turca na Síria. O fato pode desencadear uma onda de migração de terroristas ao seus países de origem, alertou o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.

    A Turquia iniciou em 9 de outubro uma ofensiva no norte da Síria para combater milícias curdas na fronteira turca e estabelecer uma área segura no nordeste do país árabe para acomodar milhares de refugiados.

    Em 17 de outubro, a Turquia e os EUA celebraram um cessar fogo na Síria por 120 horas para curdos sírios retirarem suas forças a 30 quilômetros da fronteira turca.

    "As ações do exército turco fizeram com que oito campos de refugiados e 12 prisões para terroristas estrangeiros ficassem desprotegidos, o que pode causar uma onda de migração reversa de terroristas para seus países de origem", afirmou Shoigu.

    Nesse contexto, o ministro instou a comunidade internacional a unir forças para "enfrentar os desafios colocados pelos terroristas, sua ideologia e propaganda".

    "O Ministério da Defesa da Rússia tem uma enorme experiência nessa área, que estamos dispostos a compartilhar com nossos parceiros na região da Ásia-Pacífico", acrescentou a autoridade.

    Shoigu também alertou para a crescente presença do grupo terrorista Daesh (proibida na Rússia e em vários outros países) no sudeste da Ásia, após sua derrota na Síria. Segundo o russo, Indonésia, Malásia, Cingapura, Filipinas e Tailândia estão na mira do movimento.

    Embora apenas alguns anos atrás o terrorismo "não fosse considerado uma grande ameaça" para os países da Ásia-Pacífico, "hoje na região há a atividade de numerosos grupos extremistas, dos quais cerca de 60 são classificados como terroristas", acrescentou o político.

    Tags:
    terrorismo, Daesh, Rússia, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar