10:37 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Míssil de médio alcance Zelzal é apresentado em parada militar no Irã

    Irã nega que seu programa de mísseis seja negociável

    © AFP 2019 / Str
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    O Irã nega categoricamente que irá começar a negociar seus programas de mísseis no futuro se os Estados Unidos deixarem de vender armas a países da região, disse a missão do Irã na Organização das Nações Unidas (ONU) nesta terça-feira (16).

    Segundo comunicado de Teerã, seu programa balístico não é negociável sob "nenhuma condição". 

    O ministro das Relações Exteriores, Javid Zarif, disse à NBC News: "Se os EUA quiserem falar sobre mísseis, devem parar de vender armas, incluindo mísseis, para Estados regionais".

    A fala do chanceler provocou especulações na imprensa de que o Irã poderia aceitar negociar seu programa de mísseis caso Washington suspendesse a venda de armas para países hostis ao Irã, como a Arábia Saudita. 

    Em resposta à especulação, a declaração da missão iraniana a ONU afirma: "Tirar uma conclusão falsa em busca de manchetes, quando o que foi dito no contexto era óbvio, apenas leva a uma diminuição da posição da imprensa junto ao público".

    Mais:

    Forças de Israel são 'único Exército no mundo' preparado para lutar contra Irã, segundo Netanyahu
    França reage a detenção de pesquisadora franco-iraniana no Irã
    Irã pode lançar retaliação 'devastadora' se for atacado, declara comandante iraniano
    França propõe que EUA suspendam sanções contra o Irã, diz emissora
    Líder supremo do Irã diz que prisão do navio iraniano em Gibraltar não vai ficar 'sem respostas'
    Tags:
    ONU, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar