02:28 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses na fronteira com a Faixa de Gaza

    Forças de Israel são 'único Exército no mundo' preparado para lutar contra Irã, segundo Netanyahu

    © East News / UPI Photo / eyevine
    Oriente Médio e África
    URL curta
    322228

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) são as únicas forças militares no mundo capazes de enfrentar o Irã em caso de guerra, disse o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

    "No momento, o único Exército do mundo capaz de combater o Irã é o Exército israelense", afirmou o premiê, falando aos membros do Colégio de Segurança Nacional de Israel em sua residência no domingo (14), de acordo com o jornal Jerusalem Post.

    O primeiro-ministro também lembrou seu papel na luta contra o acordo nuclear iraniano de 2015, também conhecido como Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), dizendo que o acordo teria dado ao Irã "centenas de bilhões de dólares" para "investir em seu império" e "abrir caminho para um arsenal nuclear".

    "Tive que lutar sozinho para bloquear o acordo nuclear […] Tive que lutar contra todas as potências e contra o presidente dos Estados Unidos - fui ao Congresso dos EUA", disse o primeiro-ministro de Israel.

    De acordo com Netanyahu, a única coisa que o terrível acordo nuclear deu a Israel foi a forte e profunda aproximação com os principais países árabes, que o Irã também supostamente ameaçou com a aniquilação nuclear.

    Netanyahu pressionou pessoalmente o presidente dos EUA, Donald Trump, para pôr fim ao JCPOA, fazendo uma apresentação na mídia em 2018 com base em informações que teriam sido obtidas pela inteligência israelense sobre as supostas tentativas do Irã de esconder suas atividades nucleares do mundo. Dias depois da apresentação, Trump anunciou que os EUA se retiravam do acordo.

    Arsenal nuclear

    Previamente, respondendo ao aviso de um deputado iraniano de que a "vida útil" de Israel seria reduzida se Washington atacasse Teerã, o premiê israelense observou que todo o Irã estava ao alcance dos aviões de guerra israelenses.

    Após saber que Teerã logo ultrapassaria os níveis de enriquecimento de urânio estabelecidos pelo JCPOA, Netanyahu disse que a única razão possível para tal ação era a criação de uma bomba nuclear.

    O Irã negou ter qualquer intenção de tentar obter armas nucleares, dizendo que Teerã "nunca aprova armas de destruição em massa", recordando que Israel tem sido o único Estado na região com um arsenal de armas nucleares real por muitas décadas.

    Soldados israelenses caminham em direção ao norte da Faixa de Gaza
    © AP Photo / Neil Cohen
    Soldados israelenses caminham em direção ao norte da Faixa de Gaza

    As relações israelo-iranianas têm estado em crise durante décadas, com os altos responsáveis a ameaçarem-se repetidamente sobre o que aconteceria em caso de guerra.

    Mais:

    Netanyahu adverte que Irã está dentro do alcance de ataques aéreos israelenses
    Qualquer acordo com Palestina 'deverá incluir' presença de Israel no Vale do Jordão, diz Netanyahu
    Israel não permitirá que Irã obtenha armas nucleares, afirma Netanyahu
    Tags:
    Irã, Exército de Israel, Forças de Defesa de Israel, Benjamin Netanyahu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar