05:10 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Hassan Rouhani, presidente do Irã

    Irã anuncia enriquecimento de urânio aos níveis anteriores ao acordo de 2015

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10121
    Nos siga no

    O Irã vai aumentar o seu enriquecimento de urânio aos níveis anteriores ao acordo nuclear de 2015, porém é possível reverter tal medida em apenas uma hora, revelou o presidente da República Islâmica, Hassan Rouhani, nesta quarta-feira.

    Rouhani disse que, a partir de domingo, o Irã aumentará seu nível de enriquecimento de urânio para além do limite de 3,67% estabelecido pelo acordo nuclear de 2015, conhecido como JCPOA, informou a mídia local.

    "A partir de 7 de julho, deixaremos de lado nosso compromisso em relação ao nível de enriquecimento e aumentaremos para qualquer nível que desejemos, dependendo das necessidades e de nossos requisitos", declarou.

    As autoridades iranianas chamaram mais cedo a decisão de "segunda fase" de redução dos compromissos do país sob o acordo.

    Durante a "primeira fase", que foi ativada pelo Irã no mês passado, Teerã aumentou seu estoque de urânio para além dos 300 kg permitidos pelo JCPOA.

    Reator de Arak, Irã, 15 de janeiro de 2011
    © AP Photo / Hamid Foroutan
    Reator de Arak, Irã, 15 de janeiro de 2011

    Em maio, o Irã deu à União Europeia (UE) um prazo de 60 dias para negociar o levantamento das sanções impostas contra Teerã pelos EUA, que deixaram unilateralmente o JCPOA no ano passado.

    Rouhani confirmou nesta quarta-feira que a nação vai voltar a seguir totalmente o acordo se as outras partes "retornarem às suas obrigações e compromissos" sob o acordo.

    "Cada ação que tomamos pode ser revertida dentro de uma hora", acrescentou.

    Rouhani também afirmou que depois de 7 de julho o reator nuclear de água pesada do Irã em Arak "retornará às suas atividades anteriores", a menos que a Europa possa fornecer alívio às sanções.

    Mais:

    Trump: Irã 'brinca com fogo' após violação do limite do acordo nuclear
    Israel ameaça atingir Irã em guerra e promete impedir que Teerã 'obtenha armas nucleares'
    Irã desvenda rede de espionagem na infraestrutura nuclear
    Tags:
    União Europeia, armas nucleares, Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), acordo nuclear, enriquecimento de urânio, Donald Trump, Hassan Rouhani, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar